NEUROPATOLOGIA  -  Estudos de Casos 
Atualizado 13/6/2017 e-mails : gradanat@fcm.unicamp.br____gradanat@unicamp.br
Patologia geral e especial Neuropatologia e Neuroimagem Neuroimagem - Graduação Neuroimagem - Casos
Índice alfabético geral Índice alfabético Neuro Casos correlativos Banco de Imagens - Neuro
Adições recentes This page in English English Homepage Técnicas histológicas
....
Vascular Inflamações Desmielinizantes Tumores (classif OMS) Tumores (alfabético) Malformações Outros
Tumores classif
astrocitoma difuso
glioblastoma multiforme
gliossarcoma
astrocitoma de células granulares
gliomatose  cerebral
glioma primário de meninges
glioma cerebral congênito
astrocitoma pilocítico
astrocitoma pilomixóide
xantoastrocitoma pleomórfico
astrocitoma subependimário de células gigantes
oligodendroglioma
oligoastrocitoma
ependimoma
ependimoma mixopapilar
ependimoma tanicítico
subependimoma
ependimoblastoma
papiloma do plexo coróide
carcinoma do plexo coróide
astroblastoma
glioma cordóide do III ventrículo
glioma angiocêntrico
gangliocitoma displásico do cerebelo (doença de Lhermitte-Duclos)
gangliocitoma
ganglioglioma
astrocitoma / ganglioglioma desmoplásicos infantis (DIA / DIG)
neurocitoma central
liponeurocitoma
tumor neuroepitelial disembrioplásico (DNT)
tumor neuroectodérmico primitivo (PNET)
tumor glioneuronal
meduloblastoma
tumor teratóide/rabdóide atípico (ATRT)
meningioma
hemangiopericitoma
tumor fibroso solitário das meninges
schwannoma
neurofibroma
ganglioneuroblastoma
neuroblastoma
carcinoma neuroendócrino
ganglioneuroma
ganglioneuroblastoma
hemangioblastoma
linfoma
mieloma
histiocitoses
metástases
craniofaringioma
cisto epidérmico / dermóide
adenoma de hipófise
carcinoma da hipófise
tumor de células granulares da neurohipófise
tumores germinativos
teratoma
tumores do parênquima pineal
cordoma
paraganglioma
tumores ósseos
leiomioma
lipoma
melanocitoma
tumor neuroectodérmico primitivo periférico (pPNET)
sarcoma
..
Tumores (alfabético)
adenoma de hipófise
astroblastoma
astrocitoma / ganglioglioma desmoplásicos infantis (DIA / DIG)
astrocitoma de células granulares
astrocitoma difuso
astrocitoma pilocítico
astrocitoma pilomixóide
astrocitoma subependimário de células gigantes
carcinoma da hipófise
carcinoma neuroendócrino
carcinoma do plexo coróide
cisto epidérmico / dermóide
cordoma
craniofaringioma
ependimoblastoma
ependimoma
ependimoma mixopapilar
ependimoma tanicítico
gangliocitoma
gangliocitoma displásico do cerebelo (doença de Lhermitte-Duclos)
ganglioglioma
ganglioglioma / astrocitoma desmoplásicos infantis (DIA / DIG)
ganglioneuroblastoma
ganglioneuroma
ganglioneuroblastoma
glioblastoma multiforme
glioma angiocêntrico
glioma cerebral congênito
glioma cordóide do III ventrículo
glioma primário de meninges
gliomatose  cerebral
gliossarcoma
hemangioblastoma
hemangiopericitoma
histiocitoses
leiomioma
linfoma
lipoma
liponeurocitoma
meduloblastoma
melanocitoma
meningioma
metástases
mieloma
neuroblastoma
neurocitoma central
neurofibroma
oligoastrocitoma
oligodendroglioma
papiloma do plexo coróide
paraganglioma
sarcomaschwannoma
subependimoma
teratoma
tumor de células granulares da neurohipófise
tumor fibroso solitário das meninges
tumor glioneuronal
tumor neuroectodérmico primitivo (PNET)
tumor neuroectodérmico primitivo periférico (pPNET)
tumor neuroepitelial disembrioplásico (DNT)
tumor teratóide/rabdóide atípico (ATRT)
tumores germinativos
tumores ósseos
tumores do parênquima pineal
xantoastrocitoma pleomórfico
....
Últimos acréscimos: 13/6/2017.  Tabela das adições recentes.
Cada miniatura clicável corresponde a um caso. Clique para ir à página respectiva.
Contorno azul indica que o caso tem também uma página de Neuroimagem. Acesso pelo rodapé da página de Neuropatologia. 
Peças, lâminas, imagens e textos de Neuropatologia no Curso de Graduação.
Páginas de Neuroimagem no Curso de Graduação.
Confira também os Casos Complementares de Neuroimagem e
Site de Correlação Neuroimagem-Neuropatologia.
Índice alfabético de assuntos de Neuropatologia e Neuroimagem. 

Responsável:  Prof. Dr. Luciano de Souza Queiroz (Depto de Anatomia Patológica),
Faculdade de Ciências Médicas, UNICAMP.Campinas, SP, Brasil 
e-mails : gradanat@fcm.unicamp.br____gradanat@unicamp.br

....
PATOLOGIA  VASCULAR....Neuroimagem....
Na graduação: Neuropatologia. Neuroimagem
M. 28 a. Lesão isquêmica de origem embólica M. 51 a. Cavernoma de vias ópticas e gliose reacional imitando astrocitoma pilocítico M. 9 a. Cavernoma temporal E F. 14 a. Cavernoma frontal E (giro reto)
Texto : malformações vasculares do SNC: telangiectasias, cavernomas, MAVs.
F. 36 a. Cavernoma da junção bulbomedular F. 28 a.  Grande cavernoma occipital D. Macro, HE Idem, tricrômico de Masson, CD34 M. 38 a. Cavernoma  (hemangioma cavernoso) parietal E, estendendo-se do ventrículo lateral à convexidade. macro, HE
Idem, colorações especiais.  Foto: trombo organizado Idem, IH. Foto: tecido nervoso remanescente entre vasos dilatados F. 28 a. Cavernoma de istmo do giro do cíngulo. Macro,  fotos  sob lupa Idem, HE, tricrômico de Masson
M. 16 a. Cavernoma frontal, operado após dois sangramentos com intervalo de dois anos. Macro, fotos sob lupa Idem, HE. Texto : malformações vasculares do SNC Idem, tricrômico de Masson
M.  24 a. Malformação artério-venosa cerebral (MAV) frontal D, embolizada. Macro, HE Idem, colorações, IH. M. 47 a. Malformação artério-venosa (MAV) frontal D. Macro, HE Idem, colorações especiais
M. 47 a.  Malformação artério-venosa temporal esquerda. Macro, HE Idem, colorações especiais
F. 57 a. Telangiectasias capilares associadas a displasia cortical. Macro, HE Idem, colorações especiais Idem, IH - CD34, GFAP, Ki67 Idem, IH - antígenos neuronais. Comentário
F. 25 a. Hemangioma capilar torácico extradural posterior com compressão medular, simulando meningioma em RM. Macro, HE Idem, tricrômico de Masson Idem, IH M. 6 m. Anemia falciforme. Infarto hemorrágico difuso do córtex cerebelar 
Anemia Falciforme - Texto ilustrado
M. 58 a. Trombose de artéria basilar na anemia falciforme. Infarto da ponte, macro Idem, HE da ponte - necrose coagulativa e liqüefativa, hemácias falcizadas Idem, trombose de basilar sob lupa e HE do trombo Idem, HE, baço, fígado, rim, pulmão
M. 48 a.  Vasculite necrosante multifocal primária do cérebro. Fotos da cirurgia; HE Idem, colorações especiais.  Texto F. 57 a.   Vasculite cerebral primária. HE F. 62 a. Hemorragia subaracnóidea maciça causada por aspergilose sistêmica e vasculite leptomeníngea.  Caso tem também abscesso cerebral bacteriano tratado. Ver macro e microscopia do cérebro, pulmões, coração. Hemorragia subaracnóidea na graduação.
F. 62 a.  Angiopatia amilóide e hemorragia cerebral,  HE, Masson. Vasos leptomeníngeos com deposição de amilóide Idem, vermelho do Congo e luz polarizada. Texto F. 72 a.  Angiopatia amilóide, hemorragia intraparenquimatosa e ventricular. HE, vermelho do Congo Idem, vermelho do Congo e luz polarizada
M. 7 a. 8 m. Meningioangiomatose cerebral. Macro Idem, HE, texto Idem, tricrômico de Masson, reticulina Idem, LFB-Nissl
Idem, IH - antígenos neuronais - MAP2, NeuN, SMI32 Idem, IH - GFAP, VIM Idem, IH - CD34, Ki67
......
INFLAMAÇÕES...Neuroimagem. ...Na graduação:  ...Neuropatologia. ...Neuroimagem
................
VIRUS. ....Neuroimagem....Na graduação:  Neuropatologia. Neuroimagem
F. 1 a 8 m. Encefalite herpética aguda. HE, LFB-Nissl Idem, imunohistoquímica para antígenos neurais.  Idem, imunohistoquímica para células inflamatórias
M. 62 a.  Leucoencefalopatia multifocal progressiva (LEMP). HE (biópsia estereotáxica) Texto F. 46 a.  Leucoencefalopatia multifocal progressiva (LEMP). HE, LFB-Nissl Idem, IH - GFAP, S-100 Idem, IH - CD68, CD3, CD20
Idem, IH - Ki67, p53 Idem,  paciente é portadora de linfoma não Hodgkin de imunofenótipo B, baixo grau histológico. Biópsia de medula óssea com agregados linfóides paratrabeculares de linfócitos B  M. 50 a. AIDS/SIDA - Encefalite de células gigantes ou do HIV.  Texto
BACTÉRIAS ...Neuroimagem....Na graduação:  Neuropatologia. Neuroimagem
M. 12 a. Abscesso cerebral por Streptococcus intermedius (botriomicose) F. 62 a.   Abscesso  temporal tratado por 2 meses com regressão. Cavidade residual na autópsia (morte por hemorragia subaracnóidea em aspergilose sistêmica) M. 34 a. Neurotuberculose em paciente HIV+ M. 38 a.  Tuberculose meníngea localizada em paciente HIV+
M. 32 a.   Neurotuberculose em apresentação rara com vasculite necrotizante bilateral simétrica na face medial dos hemisférios cerebrais e corpo caloso. Granuloma de células epitelióides e gigantócitos de Langhans Idem, vasculite aguda fibrino-hemorrágica com necrose do córtex cerebral Idem,  tricrômico de Masson e coloração de Ziehl-Neelsen. Foto - bacilos de Koch no infarto cortical
M. 50 a.  AIDS/SIDA - Micobacteriose de linfonodos abdominais M. 30 a. Hanseníase virchowiana de nervo. 
HE, colorações, IH
...
FUNGOS ...Neuroimagem....Na graduação:  Neuropatologia. Neuroimagem
M. 63 a. Paracoccidioidomicoma de ângulo ponto-cerebelar. HE  Idem,  Grocott simples, Grocott  + HE Idem, Grocott + hematoxilina Idem, PAS simples, 
PAS + hematoxilina
M. 49 a. Abscesso cerebelar por Paracoccidioides brasiliensis.  HE - fungos com membrana de duplo contorno, brotamento múltiplo Idem, Grocott + hematoxilina Idem, Grocott + verde luz, PAS + hematoxilina M. 71 a. Abscesso cerebelar por Paracoccidioides brasiliensis. Esfregaço do exsudato: HE, Grocott, Papanicolaou
Idem, cell block : HE, Grocott M. 47 a.  Paracoccidioidomicose cerebral. Lesões nodulares múltiplas simulando metástases. Macro, HE Idem, colorações especiais, Grocott, PAS M. 64 a. Paracoccidioidomicose pseudotumoral em hemisfério cerebelar. HE, Grocott, PAS
M. 34 a.  Criptococoma de lobo parietal direito. Macro, lâminas escaneadas, HE Idem, colorações especiais em cortes de parafina Idem, colorações especiais em esfregaços do fixador com fungos em suspensão Idem, microscopia eletrônica. Textos : parede celular, cápsula
M. 32 a.   Criptococose  cerebral  granulomatosa: lesões delimitadas leptomeníngeas e centroencefálicas. HE,  Masson, Grocott, mucicarmim, PAS Criptococose cerebral:  reação inflamatória crônica inespecífica e granulomatosa nas leptomeninges e parênquima. HE, PAS  F. 62 a. Hemorragia subaracnóidea maciça causada por aspergilose sistêmica e cerebral
Para criptococose - ver também Curso de Graduação
Idem, vasculite cerebral parenquimatosa e leptomeníngea  (foto - flebite por Aspergillus em meio à hemorragia subaracnóidea) Idem, aspergilose pulmonar Idem, abscessos no miocárdio por Aspergillus F. 67 a.  Aspergilose rino-orbitária.  Aspergillus em tecido necrótico no seio maxilar e órbita.  - HE, PAS, Grocott.  Texto
Para mais sobre aspergilose e cromomicose, ver  bancos de imagens, neuro, inflamações.
M. 38 a.  Mucormicose rino-órbito-cerebral. HE Idem, Grocott + hematoxilina, Grocott  + HE Idem, Grocott + verde luz, PAS + hematoxilina. Texto
M. 54 a. Histoplasmose cerebral. Macroscopia. Lesões exsudativas e hemorrágicas nas paredes do III ventrículo Idem, HE, lesões no III ventrículo. Abundantes histoplasmas em fagossomos de macrófagos Idem, HE, lesão gliótica / fibrótica na comissura anterior (visível na RM de 6 meses antes) Idem, HE, nódulo necrótico calcificado no corno anterior do ventrículo lateral D. (também visível na RM de 6 meses antes)
Página de resumo do casotexto
Idem, HE, lesões no IV ventrículo, vasculite, ependimite, radiculite Idem, tricrômico de Masson, fibrose das meninges da base Idem, técnicas para fungos : Grocott + HE, Grocott + verde luz, PAS Idem, IH para células inflamatórias : CD68, HAM-56, CD3, CD20
Idem, IH para tecido nervoso : GFAP, NF (foto - axônios entre macrófagos com fungos) Idem, microscopia eletrônica
PROTOZOÁRIOS ...Neuroimagem....Na graduação:  Neuropatologia. Neuroimagem
M. 50 a. Toxoplasmose cerebral na AIDS/SIDA M. 35 a. Neurotoxoplasmose em paciente HIV+ M. 43 a.  Neurotoxoplasmose em paciente HIV+  F. 27 a.  Toxoplasmose cerebral pseudotumoral parietal direita. Esfregaço, congelação, parafina
METAZOÁRIOS ...Neuroimagem....Na graduação:  Neuropatologia. Neuroimagem
M. 49 a. Cisticercos racemosos espinais (intradurais, extramedulares) M. 35 a. Cisticerco cellulosae gigante em hemisfério cerebral D. Macro, HE, azul de toluidina Idem, microscopia eletrônica da larva Idem, reação inflamatória ao parasita, HE, IH.
F. 67 a. Cisticerco necrótico parietal D. Alterações reacionais do tecido nervoso F. 42 a.   Cisticerco cellulosae intraventricular. Macro, HE F. 31 a.  Cisticercose cellulosae cerebral e ventricular. Macroscopia sob lupa da larva do IV ventrículo, histologia mostrando alterações degenerativas F. 47 a.  Cisticercose racemosa cerebral. HE
M. 32 a. Esquistossomose cerebral F. 37 a. Esquistossomose medular F. 19 a. Esquistossomose medular com necrose maciça da medula - HE Idem, colorações especiais
M. 67 a. Equinococose do sistema nervoso central. Macro da autópsia Idem, lâminas escaneadas Idem, micro HE, texto
.......
OUTROS ...Neuroimagem..
F. 33 a. Hipofisite linfocitária simulando macroadenoma. HE, IH, texto complementar. F. 54 a. Sarcoidose cérebro-espinal. HE, colorações especiais. Texto : sarcoidose em geral e do SNC Idem, IH F. 51 a.  Sarcoidose de dura-máter encefálica envolvendo convexidade e foice do cérebro.  HE, Masson
F. 72 a.  Doença de Creutzfeldt-Jakob (encefalopatia espongiforme). Macroscopia do encéfalo. Textos (1) (2) Idem, HE - Núcleos da base, hipocampo Idem, HE - Córtex frontal, cerebelo, ponte Idem, gliose nos núcleos da base. IH para GFAP, vimentina
..........
DOENÇAS  DESMIELINIZANTES....Neuroimagem. _Banco de imagens
F. 32 a. Esclerose múltipla pseudotumoral.  Lâminas escaneadas, HE Idem, IH.  F. 13 a.  Esclerose múltipla grave no início da adolescência. Evolução de 2 anos. HE Idem, IH.
F. 48 a. Lesão desmielinizante pseudotumoral em hemisfério cerebral D. HE Idem, IH  Idem, IH F. 49 a. Lesões desmielinizantes pseudotumorais em hemisfério cerebral direito. HE
Idem, IH F. 48 a.  Lesão desmielinizante única em região parieto-occipital direita. HE, LFB-Nissl Idem, IH - GFAP, VIM, NF Idem, IH para linfócitos, macrófagos, Ki-67
F. 53 a. Mielinólise pontina central - biópsia estereotáxica, HE, texto M. 43 a. Leucodistrofia com alteração vacuolar na substância branca lembrando a doença de Canavan. HE, LFB-Nissl Idem, IH. 

Leucodistrofias - texto ilustrado linkado

....
 
TUMORES
..
ASTROCITOMA  DIFUSO  ...Neuroimagem...Texto ilustrado.......
Na graduação: Neuropatologia. Neuroimagem
Astrocitoma difuso  de baixo grau (OMS II) de hemisfério cerebral (caso clássico) M. 43 a.  Astrocitoma difuso  de hemisfério cerebral E. infiltrando do lobo temporal ao tálamo (gliomatose cerebral) M. 33 a. Astrocitoma difuso de hemisfério cerebral E M. 36 a.  Astrocitoma difuso de tronco cerebral
M. 32 a.  Astrocitoma gemistocítico anaplásico (grau III) M. 68 a.  Astrocitoma anaplásico de corpo caloso infiltrando do hipocampo E à região hipotalâmica via fórnix. HE, IH F. 11 a. Astrocitoma difuso do tálamo D com focos de anaplasia. HE, IH F. 30 a. Astrocitoma difuso de baixo grau  com focos incipientes de anaplasia. Macro, HE
Idem, IH M. 29 a.  Astrocitoma anaplásico de medula espinal lombar. HE, IH F. 26 dias.  Astrocitoma anaplásico congênito em lobo temporal. Macro, HE Idem, IH
F. 4 a.  Astrocitoma difuso anaplásico da ponte.  HE
GLIOBLASTOMA  MULTIFORME ..
.Neuroimagem...........GBM multifocal - 12 casos
Na graduação: Neuropatologia. Neuroimagem
F. 37 a. Glioblastoma multiforme com apresentação incomum e evolução rápida F. 42 a. Glioblastoma multiforme clássico M. 20 a. Glioblastoma multiforme de células gigantes Idem, leito cirúrgico após 8 meses
F. 32 a. Glioblastoma multiforme de tegmento pontino M. 46 a. Glioblastoma multiforme de cerebelo Idem,  IH F. 72 a. Glioblastoma multiforme têmporo-parietal D. HE, colorações
Idem, IH F. 59 a.  Glioblastoma multiforme temporal E. Posteriormente, RT e radionecrose F. 27 a. Glioblastoma de células gigantes lipidizadas. Esfregaço, cortes de congelação Idem, parafina HE
Página de resumo do casoTexto
Idem, IH : GFAP, VIM, S-100, NF Idem, IH : CD34, Ki67, p53 Idem, Araldite - azul de toluidina Idem, microscopia eletrônica
F. 5 m. Glioblastoma multiforme de hemisfério cerebral esquerdo na primeira infância (presumivelmente congênito). HE F. 58 a.  Glioblastoma de células gigantes com componente de glioblastoma convencional. Espécime cirúrgico Idem, parte de células gigantes - HE, tricrômico de Masson Idem, parte de células gigantes - IH - marcadores gliais, GFAP, VIM, S-100
Idem, parte de células gigantes - IH marcadores neuronais : SNF, cromo, NF, tubulina Idem, parte de células gigantes - IH - MAP2, CD34, Ki-67, p53 Idem, parte de glioblastoma convencional - HE Idem, parte de glioblastoma convencional - IH - marcadores gliais, GFAP, VIM
Idem, parte de glioblastoma convencional - IH - marcadores neuronais, NF, MAP2, tubulina. Foto - infiltração tumoral entre axônios Idem, parte de glioblastoma convencional - IH - CD34, Ki-67, p53 F. 64 a.  Glioblastoma multiforme da glândula pineal.  HE. Texto Idem, IH
F. 60 a.  Glioblastoma multiforme de mesencéfalo e região pineal. HE, esfregaço, congelação, parafina Idem, IH M. 23 a. Glioblastoma de células gigantes frontal direito.  Espécime cirúrgico Idem, HE
Idem, Masson, reticulina Idem, GFAP, VIM Idem, S-100, CD56, NF Idem, CD34, Ki67
M. 11 a.  Glioblastoma multiforme da ponte. HE, GFAP, Ki67 M. 7 a. 2 m. Glioblastoma multiforme do tálamo. HE, texto
GLIOSSARCOMA ...Neuroimagem.
M. 56 a. Gliossarcoma temporal E. HE Idem, colorações especiais Idem, IH. Texto
M. 4 d. Gliossarcoma congênito no foramen de Monro, HE, colorações especiais. Idem, IH. Idem, ME.
M. 49 a.  Gliossarcoma frontal esquerdo, macro, HE Idem, colorações especiais. Idem, IH: GFAP, VIM, 1A4, desmina. Idem, IH: CD34, Ki67, p53.
F. 48 a.  Gliossarcoma temporal direito.  Primeiro espécime, componente de glioblastoma. HE Idem, colorações especiais. Reticulina restrita aos vasos, ausente entre células neoplásicas Idem, IH.  Componente de glioblastoma GFAP + Idem, segundo espécime, após 4 meses - exclusivamente gliossarcoma. HE
Idem, colorações especiais. Colágeno circunda células neoplásicas Idem, IH Idem, ME - células neoplásicas separadas por matriz intersticial com fibrilas colágenas
M. 63 a.   Gliossarcoma fronto-temporal esquerdo. Macro. Parte de glioblastoma, HE, Masson Idem, glioblastoma, IH para GFAP, antigenos neuronais Idem, glioblastoma,  CD34, 1A4, Ki67, p53 Idem, gliossarcoma, HE, Masson
Idem, gliossarcoma,  GFAP, S-100,VIM Idem, gliossarcoma, CD34, 1A4, Ki67, p53
ASTROCITOMA DE CÉLULAS GRANULARES DO CÉREBRO...Neuroimagem....
M. 68 a.  Astrocitoma de células granulares do cérebro. HE Idem, colorações especiais : Masson, PAS Idem, imunohistoquímica para GFAP Idem, IH, vimentina, nestina
Página de resumo do caso, texto
Idem, IH, CD34  Idem, IH, CD68. HAM-56  Idem, IH, S-100, NF, CD99 Idem, IH, Ki67, p53
Idem, microscopia eletrônica, material fixado em Karnovsky Idem, ME, material reprocessado de bloco de parafina
M. 59 a.  Astrocitoma de células granulares do cérebro. HE Idem, IH, GFAP, VIM, S-100 Idem, IH, CD34, Ki-67, p53
GLIOMATOSE  CEREBRAL...Neuroimagem....
F. 53 a. Gliomatose cerebral secundária a astrocitoma anaplásico de ponte F. 6 a. Gliomatose cerebral (astrocitoma difuso anaplásico de rápida evolução). F. 46 a. Gliomatose cerebral bifrontal simétrica envolvendo corpo caloso. HE, IH, texto
GLIOMA  EXTRAAXIAL  PRIMÁRIO  DE  MENINGES...Neuroimagem....
Glioma extraaxial primário de meninges. HE Idem, HE, Perls Idem, IH, texto
GLIOMA  CEREBRAL  CONGÊNITO...Neuroimagem....
F. 3 m. 15 d.  a  3 a. 4 m.
Glioma cerebral congênito anaplásico com maturação/ regressão espontânea. Acompanhamento de 3 anos.  1a. biópsia, HE
Idem, IH - GFAP, VIM Idem, IH - SMI-32, cromogranina, SNF Idem, IH - CD34, Ki-67, p53
Página de resumo do caso
Idem, 2a. biópsia, HE Idem, IH - GFAP, VIM Idem, IH - SMI-32, cromogranina, SNF, NF Idem, IH - CD34, Ki-67, p53
ASTROCITOMA PILOCÍTICO     .Texto....Neuroimagem - casos.....
Na graduação: Neuropatologia. Neuroimagem
Astrocitoma pilocítico  rico em fibras de Rosenthal. Caso clássico M. 58 a. Astrocitoma pilocítico cerebelar clássico com áreas pilocíticas (foto) e microcísticas M. 3 a. Astrocitoma pilocítico cerebelar clássico com áreas pilocíticas e microcísticas (foto) F. 15 a. Astrocitoma pilocítico de lobo temporal (na foto, áreas protoplasmáticas)
F. 15 a. Astrocitoma pilocítico do istmo do giro do cíngulo (na foto, áreas protoplasmáticas, GFAP) M. 16 a. Astrocitoma pilocítico de lobo temporal  (na foto, proliferação capilar) M. 21 a. Astrocitoma pilocítico de lobo frontal  com exuberante proliferação capilar (foto)  M. 37 a. Astrocitoma pilocítico cerebelar agressivo com exuberante proliferação capilar (foto) 
Idem, IH M. 38 a. Astrocitoma pilocítico de medula espinal (na foto, vasos hialinizados).  M. 73 a. Astrocitoma pilocítico  cerebelar na 8a. década (na foto, vasos hialinizados). HE, colorações, IH Idem, ME
F. 25 a. Astrocitoma pilocítico de quiasma e III ventrículo (componentes pilocítico e difuso com astrócitos gemistocíticos, foto)  F. 5 a. Astrocitoma pilocítico de de região basal de hemisfério cerebral, com alta celularidade  F. 49 a. Astrocitoma pilocítico de de região basal de hemisfério cerebral, com atipias nucleares F. 21 a. Astrocitoma pilocítico de cerebelo com intensas atipias nucleares. HE, IH
M. 72 a. Astrocitoma pilocítico anaplásico de cerebelo, com infiltração do córtex. F. 23 a. Astrocitoma pilocítico clássico de cerebelo com fibras de Rosenthal. Microscopia eletrônica F. 21 a. Astrocitoma pilocítico de região quiasmática e IIIº ventrículo. (Na foto, esfregaço) M. 68 a. Astrocitoma pilocítico de mesencéfalo e ponte, com extensão cerebelar. (Na foto, infiltração de espaços de Virchow-Robin)
M. 46 a. Astrocitoma pilocítico frontal E cístico com abundante proliferação  vascular. Espécime, HE Idem, Masson, reticulina Idem, IH - GFAP Idem, VIM, CD34, Ki-67
F. 20 a. Astrocitoma pilocítico de hemimesencéfalo E. HE, colorações especiais Idem, IH M. 62 a. Astrocitoma pilocítico anaplásico em lobo frontal D. HE Idem, IH
F. 15 a. Astrocitoma pilocítico de cerebelo, com abundante proliferação  vascular. Espécime cirúrgico, HE Idem, Masson, reticulina Idem, IH
M. 24 a. Astrocitoma pilocítico occipital D com formações angiomatosas, infiltração de leptomeninges e parênquima e disseminação liquórica. Macro, HE Idem, colorações especiais

Página de resumo do caso

Texto  sobre  astrocitomas pilocíticos

Idem, imunohistoquímica. 
Foto : fibras de Rosenthal
Idem,  segundo espécime, HE.  Foto: infiltração meníngea
Idem, tricrômico de Masson Idem, IH. Foto: infiltração meníngea M. 63 a. Astrocitoma pilocítico cerebelar com atipias e Ki67 alto.  HE. Foto: área semelhante a oligodendroglioma. Idem, IH. Foto:  Ki-67 elevado em área atípica
M. 55 a. Astrocitoma pilocítico de hemisfério cerebral (temporal esquerdo). HE. Foto: área protoplasmática com corpos hialinos F. 66 a. Astrocitoma pilocítico em vermis cerebelar na 7a. década. HE. Foto: vasos hialinizados F. 14 a.  Astrocitoma pilocítico de placa quadrigêmea com implantes no fundo de saco dural. HE, tricrômico de Masson Idem, IH
M. 51 a. Astrocitoma pilocítico de cerebelo com excepcional proliferação capilar. 
HE, GFAP. Foto - ilhotas de astrocitoma em meio a capilares proliferados
Idem, CD34, Ki67, e diagnóstico diferencial com hemangioblastoma : inibina, NSE, S100 F. 67 a. Astrocitoma pilocítico de retina. 
HE, GFAP, VIM, S100, Ki67, texto
ASTROCITOMA PILOMIXÓIDE...Neuroimagem....
F. 5a.  Astrocitoma pilomixóide. HE Idem, imunohistoquímica. Texto M. 8 a. Astrocitoma pilomixóide em septo pelúcido. HE, componente sólido Idem, HE, parede do cisto
XANTOASTROCITOMA  PLEOMÓRFICO...Neuroimagem....
M. 17 a. Xantoastrocitoma pleomórfico de zona pré-motora E M. 7 a. Xantoastrocitoma pleomórfico parieto-occipital E M. 26 a. Xantoastrocitoma pleomórfico frontal E M. 31 a. Xantoastrocitoma com diferenciação lipomatosa
F. 27 a. Tumor glioneuronal complexo:
xantoastrocitoma-
ganglioglioma-
ependimoma
Idem, componente de xantoastrocitoma Idem, componente de ganglioglioma Idem, componente de ependimoma
F. 27 a. Xantoastrocitoma pleomórfico parietal E. HE, IH M. 44 a. Xantoastrocitoma pleomórfico anaplásico ou glioblastoma multiforme lipidizado. HE, colorações especiais Idem, IH, comentário M. 15 a.  Pequeno xantoastrocitoma pleomórfico associado a displasia cortical (achado incidental)
F. 14 a. Xantoastrocitoma sólido-cístico temporal com depósitos citoplasmáticos de glicogênio Idem,  PAS Idem,  IH Idem,  ME
M. 15 a.  Xantoastrocitoma pleomórfico paraventricular occipital. HE Idem, colorações especiais Idem, IH : GFAP, VIM, NSE, NF Idem, IH :  CD34, Ki67, p53
Página de resumo do casoTexto
Idem, recidiva após 5 anos. Macro, HE, colorações especiais. Texto: fibras do tecido conjuntivo Idem, IH.  M. 36 a.   Xantoastrocitoma pleomórfico mesial fronto-parietal direito.  HE Idem, IH :  GFAP, VIM, S100, NF
Idem, IH : CD34, CD99, 1A4, Ki67, p53 M. 11 a.   Xantoastrocitoma pleomórfico frontal esquerdo. HE Idem, IH - GFAP, VIM Idem, IH - S100, NF, cromogranina, 1A4
Idem, IH - CD34, CD99, Ki67, p53
ASTROCITOMA  SUBEPENDIMÁRIO  DE  CÉLULAS  GIGANTES
...Neuroimagem....Na graduação: Neuropatologia
M. 16 a. Astrocitoma subependimário de células gigantes em paciente com esclerose tuberosa M. 17 a. Astrocitoma subependimário de células gigantes. HE, IH
M. 28 a. Astrocitoma subependimário de células gigantes (ASECG) não associado a esclerose tuberosa. Esfregaço, parafina HE. Comentário. Textos ASECG, ET Idem, IH marcadores gliais Idem, IH marcadores neuronais Idem, IH Nestina, EMA, CD34, Ki-67
M. 4 a. 4 m.   Astrocitoma subependimário de células gigantes na esclerose tuberosa. HE, Masson, reticulina Idem,  GFAP, VIM Idem, S-100, HAM 56, CD68 Idem, NF, cromogranina, MAP2, CD56
Idem, EMA, CD34, Ki67. M. 1 a. 9m. Esclerose tuberosa. Túber gigante parcialmente calcificado fronto-parietal direito. Espécime cirúrgico Idem, HE, Masson, reticulina Idem, LFB-Nissl
Idem, GFAP, VIM Idem,  MAP2, cromogranina Idem, SNF, NF, SMI-32 Idem, CD34, Ki67
.
OLIGODENDROGLIOMA ...Neuroimagem....Na graduação:  Neuropatologia
Oligodendroglioma com feições histológicas clássicas M. 32 a. Oligodendroglioma - HE e imunohistoquímica M. 48 a. Oligodendroglioma com minigemistócitos. HE Idem, IH. 
Resumo  do  caso.
M. 62 a. Oligodendroglioma com minigemistócitos. HE 
OLIGOASTROCITOMA...Neuroimagem....
M. 22 a. Oligoastrocitoma frontal E.  HE, IH M. 44 a. Oligoastrocitoma temporal E com gliomatose cerebral. HE, IH M. 38 a. Oligoastrocitoma frontal D. Macro, HE Idem, IH
M. 36 a. Oligoastrocitoma anaplásico fronto-parietal D, com evolução a radionecrose após 5 anos. 
Página de resumo.
EPENDIMOMA ...Neuroimagem....Na graduação:  Neuropatologia
Ependimoma com feições histológicas clássicas M. 17 a. Ependimoma anaplásico do IIIº ventrículo F. 49 a. Ependimoma celular comum (espinal) M. 53 a. Ependimoma celular pigmentado (IVº ventrículo)
M. 28 a. EEpendimoma anaplásico do IVº ventrículo Idem, recidiva após 4 anos M. 31 a. Ependimoma anaplásico de região pineal Idem, microscopia eletrônica
M. 34 a. Ependimoma anaplásico de hemisfério cerebral Idem, imunohistoquímica M. 15 a. Ependimoma anaplásico de hemisfério cerebral com diferenciação lipomatosa Idem, imunohistoquímica
M. 49 a. Ependimoma recidivado de foramen de Luschka, com rosetas de centro hialino. HE Idem, colorações especiais (foto : fibras elásticas no centro de roseta) Idem, IH Idem, ME (aspectos gerais do tumor)
Idem, ME (rosetas com centro de fibras elásticas) F. 19 a.  Ependimoma celular clássico têmporo-occipital D (corno posterior do ventrículo lateral). Macro, HE Idem, IH Idem, ME
M. 4 a. Ependimoma tanicítico de IIIº ventrículo e forâmens de Monro. HE.  Texto Idem, IH M. 6 a. Ependimoma tanicítico parieto-occipital D.  Macro, HE, colorações especiais Idem, IH
F. 44 a.  Ependimoma tanicítico espinal (de intumescência lombar). HE Ependimoma espinal rico em canais ependimários.  HE F. 77 a.  Ependimoma de células claras de medula cervical. HE. Texto
M. 25 a.   Neurofibromatose do tipo 2. Ependimoma em bulbo.  Campo cirúrgico, espécime macro. RM mostrando outros tumores Idem,  HE Idem,  IH - GFAP, VIM, EMA, NF, CD34, Ki-67
EPENDIMOMA  MIXOPAPILAR...Neuroimagem....
M. 14 a. Ependimoma mixopapilar - HE,  colorações especiais Idem, imunohistoquímica Ependimoma mixopapilar - HE,  colorações especiais, IH F. 26 a. Ependimoma mixopapilar - HE
SUBEPENDIMOMA...Neuroimagem....
M. 56 a. Subependimoma de ventrículo lateral. Macro, HE, colorações especiais Idem, IH, texto Idem, ME
F. 49 a. Subependimoma do ventrículo lateral. Macro, HE Idem, IH Idem, ME
EPENDIMOBLASTOMA ...Neuroimagem....
F. 2 a. 5 m. Ependimoblastoma frontal E. HE Idem, IH Idem, IH, texto Idem, ME
PAPILOMA DO PLEXO CORÓIDE ...Neuroimagem....
Na graduação: Neuropatologia
M. 11 a. Papiloma do plexo coróide do ventrículo lateral F. 36 a. Papiloma do plexo coróide do IVº ventrículo. Macro, HE, colorações especiais Idem, IH Comparação entre papiloma e carcinoma do plexo coróide. Texto sobre tumores do plexo coróide
M.  6 m. Papiloma do plexo coróide do ventrículo lateral. Macro, estereoscopia sob lupa, HE, colorações especiais Idem, IH M. 10 m. Papiloma gigante de plexo coróide em ventrículo lateral. Macro, texto - tumores do plexo coróide Idem, HE
Idem, HE, invasão do cérebro Idem,  IH -  GFAP, VIM, S-100, AE1AE3 Idem, IH - SNF, cromogranina, CD56 Idem, IH - CD34, Ki-67, p53
CARCINOMA DO PLEXO CORÓIDE ...Neuroimagem....
Na graduação: Neuropatologia
F. 1 a 7 m. Carcinoma do plexo coróide do ventrículo lateral, com disseminação liquórica. Macro, HE Idem, IH Idem, ME Plexo coróide normal do mesmo caso. HE, colorações especiais, IH 
M. 3 meses. Carcinoma de plexo coróide. HE Idem, IH F. 10 a.  Carcinoma do plexo coróide. HE, colorações especiais Idem, IH
Comparação entre papiloma e carcinoma do plexo coróide. Texto sobre tumores do plexo coróide
ASTROBLASTOMA ...Neuroimagem....
M. 43 a. Astroblastoma parietal D. HE Idem, IH Idem, IH, texto
GLIOMA CORDÓIDE DO  IIIº  VENTRÍCULO...Neuroimagem....
F. 43 a. Glioma cordóide do IIIº ventrículo  Idem, IH, texto
GLIOMA  ANGIOCÊNTRICO...Neuroimagem....
F. 6 a 7 m.   Glioma angiocêntrico em giro frontal superior esquerdo. Macro, HE, texto Idem, colorações especiais Idem, imunohistoquímica para astrócitos Idem, imunohistoquímica para neurônios
Idem, IH para EMA, CD34, Ki67, p53
DOENÇA DE LHERMITTE-DUCLOS (GANGLIOCITOMA DISPLÁSICO DO CEREBELO) ...Neuroimagem, banco de imagenstexto....
F. 32 a.   Gangliocitoma displásico do cerebelo ou doença de Lhermitte-Duclos. Área mais afetada, macro, HE Idem, área mais afetada, LFB-Nissl Idem, área mais afetada, imunohistoquímica para MAP2, NeuN, SNF Idem, área mais afetada, IH para NF, cromogranina
Idem, área mais afetada, IH para GFAP, S100 Idem, área mais afetada, IH para CD34, CD68, Ki67 Idem, área menos afetada, macro, HE Idem, área menos afetada, LFB-Nissl
Idem, área menos afetada, IH para MAP2, NeuN Idem, área menos afetada, IH para GFAP, CD34, CD68, Ki67 F. 45 a.   Gangliocitoma displásico do cerebelo ou doença de Lhermitte-Duclos. RM - duas lesões separadas em hemisfério cerebelar - HE, LFB-Nissl, lesões em diferentes fases
M. 22 a.   Gangliocitoma displásico do cerebelo ou doença de Lhermitte-Duclos. HE, LFB-Nissl Idem, IH para MAP2, NeuN, SNF Idem, IH para NF, cromogranina Idem, IH para GFAP, CD34, Ki67
M. 22 a.  Mesmo paciente, área de cerebelo normal. HE, LFB-Nissl Idem, IH para MAP2, NeuN, NF, SNF Idem, IH para GFAP, S100, CD34
GANGLIOCITOMA...Neuroimagem....
F. 20 a. Gangliocitoma / ganglioglioma de giro cerebral - HE Idem, LFB/Nissl Idem, imunohistoquímica para astrócitos Idem, imunohistoquímica para neurônios
Idem, resumo comparativo
F. 79 a. Gangliocitoma de adenohipófise. 
HE, texto
Idem, tricrômico de Masson, reticulina Idem, IH - MAP2, SMI-32, NF Idem, IH - GFAP, AE1AE3, GH, CD34, Ki67
GANGLIOGLIOMA...Neuroimagem....
M. 17 a. Ganglioglioma temporal mesial E F. 15 a.  Ganglioglioma temporal D F. 2 a 5 m. Ganglioglioma frontal D F. 32 a. Ganglioglioma temporal D, associado a displasia cortical
M. 13 a. Ganglioglioma de istmo do giro do cíngulo Idem, recidiva com anaplasia após 5 anos
(= glioblastoma multiforme) 
M. 21 a. Ganglioglioma  desmoplásico em adulto, com calcificações F. 29 a. Ganglioglioma clássico de giro temporal médio E. 
F. 4 a. Ganglioglioma associado a  tumor neuroepitelial disembrioplásico. HE. Idem, ganglioglioma, IH Idem, DNT, IH para antígenos neuronais Idem, DNT, IH para antígenos gliais e outros
Idem, DNT, área com células 'plumiformes' F. 19 a. Ganglioglioma  associado a displasia cortical. Ganglioglioma - HE Idem, ganglioglioma - IH Idem, córtex displásico, HE
Idem, córtex displásico, IH - VIM, CD34 Idem, córtex displásico, IH - GFAP, NSE, NF, SNF Idem, córtex normal, HE F. 26 a. Ganglioglioma de medula espinal. HE, colorações especiais
Idem. IH M. 37 a. Ganglioglioma frontal E. RM,  HE, colorações especiais Idem, IH para neurônios Idem, IH para glia
M. 23 a. Ganglioglioma com componente sarcomatoso. HE, colorações especiais Idem, IH F. 29 a.  Ganglioglioma sólido-cístico parietal D, com feições de xantoastrocitoma. Macro, esfregaço, lâminas escaneadas Idem, parafina HE
Idem, colorações especiais  Idem, IH - GFAP Idem, IH - marcadores neuronais Idem, IH - CD34, Ki67
F. 32 a. Ganglioglioma com componente glial pilocítico em cerebelo. Macro.  Idem, HE Idem, colorações especiais Idem, IH
Idem, microscopia eletrônica. Fig.: corpo hialino granuloso M. 22 a.  Ganglioglioma com componente glial fibrilar em cerebelo. Macro, HE, colorações especiais Idem, IH Idem, ME (foto - prolongamentos astrocitários ricos em filamentos intermediários). Texto: células endoteliais
F. 52 a.  Ganglioglioma anaplásico parietal direito. Macro, esfregaço, lâminas escaneadas Idem, HE Idem, IH : marcadores gliais (GFAP, VIM, S-100), nestina Idem, marcadores neurais, CD34, Ki67
M. 55 a. Ganglioglioma com componente glial pilocítico frontal direito. HE : esfregaço, parafina. Texto : gangliogliomas Idem, IH : GFAP, VIM Idem, IH : MAP2, cromogranina, NeuN, neurofilamento Idem, IH : nestina, CD34, Ki67
F. 45 a. Ganglioglioma parietal esquerdo, componente glial fibrilar e protoplasmático. HE. Foto - célula multinucleada Idem, IH - marcadores gliais, GFAP, VIM Idem, IH marcadores neuronais, SNF, NF, cromogranina, NeuN Idem, IH  MAP2, tubulina, CD34, Ki-67
M. 12 a. Pequeno ganglioglioma sólido em ínsula direita,  HE. Foto - neurônio anômalo Idem, IH - marcadores gliais, GFAP, VIM Idem, IH marcadores neuronais, SNF, NF, cromogranina, NeuN Idem, IH  MAP2, tubulina, CD34, Ki-67
F. 51 a. Ganglioglioma sólido-cístico têmporo-occipital direito. HE. Foto - célula multinucleada Idem, IH - marcadores gliais, GFAP, VIM Idem, IH marcadores neuronais, SNF, cromogranina, NF, NeuN Idem, IH  MAP2, tubulina, CD34, Ki-67
M. 25 a.  Ganglioglioma occipital rico em corpos hialinos granulosos. HE Idem,  colorações especiais Idem, IH - SNF, NF Idem, IH - GFAP, VIM
Idem, IH - CD34, Ki-67 F. 64 a.  Ganglioglioma bifrontal supracaloso com componente de neurocitoma central. macro, esfregaço, parafina HE Idem, colorações especiais Idem, IH - GFAP, VIM
Página de resumo do casocomponente de neurocitoma
Idem, IH - MAP2, NF Idem, IH - cromogranina, SNF, tubulina, NeuN Idem, IH - CD34, Ki67, p53 Idem, ME - neurônios
Idem, ME - dendritos, axônios, neurópilo, sinapses Idem, ME - astrócitos, corpos granulosos, capilar M. 20 a. Ganglioglioma de cabeça do núcleo caudado. HE, colorações especiais
Idem, IH para GFAP, VIM Idem, MAP2, NeuN Idem, SMI-32, cromogranina, SNF Idem,  CD34, Ki67
F. 8 a.  Ganglioglioma com componente de astrocitoma pilocítico em medula espinal. HE Idem, IH para antígenos gliais - GFAP, vimentina Idem, IH para antígenos neuronais -  cromogranina, MAP2, SMI-32 Idem, IH para CD34, Ki67
M. 23 a. Ganglioglioma cístico com diminuto componente sólido de astrocitoma pilocítico em giro do cíngulo.  HE Idem,  IH - GFAP, cromogranina, CD34, Ki67
M. 2 a. 4 m. Ganglioglioma anaplásico de tronco cerebral. HE, texto Idem, tricrômico de Masson, reticulina Idem, imunohistoquímica  para GFAP, VIM Idem, IH - antígenos neuronais, CD34, Ki67
ASTROCITOMA / GANGLIOGLIOMA  DESMOPLÁSICOS  INFANTIS 
(DIA /DIG)...Neuroimagem....
M. 1 a. Astrocitoma desmoplásico infantil. HE, texto Idem, colorações especiais Idem, IH para GFAP, VIM, SNF Idem, IH para CD34, 1A4, Ki-67, p53
M. 11 a.  Ganglioglioma desmoplásico infantil. Texto. M. 2 m. Ganglioglioma desmoplásico infantil F. 3 m. Ganglioglioma desmoplásico infantil
NEUROCITOMA  CENTRAL...Neuroimagem....
M. 33 a. Neurocitoma central Idem, microscopia eletrônica. Foto - pseudorroseta de Homer Wright F. 26 a. Neurocitoma central Idem, microscopia eletrônica.  Foto - terminal axonal rico em vesículas sinápticas
M. 45 a. Neurocitoma central intensamente calcificado, HE, IH F.  Neurocitoma central F. 18 a. Neurocitoma central.  HE, IH. Na foto: diferenciação astrocitária com GFAP M. 24 a.  Neurocitoma central atípico. HE, colorações especiais. Foto - mitose atípica. Comentário.
Idem, IH marcadores neuronais. Foto - pseudorrosetas perivasculares positivas para sinaptofisina Idem, IH marcadores gliais, CD34, Ki-67 M. 35 a. Neurocitoma central. HE. Texto Idem, IH marcadores neuronais, CD34
Idem, IH marcadores gliais, Ki-67 M. 26 a.  Neurocitoma central.  HE, IH F. 64 a. Neurocitoma central como componente de um  ganglioglioma bifrontal supracaloso.  HE Idem, IH - GFAP, VIM
Página de resumo do caso
componente de ganglioglioma
Idem, IH - NF, SNF, cromogranina Idem, IH - MAP2, NeuN Idem, IH - nestina, CD34, Ki67, p53 F. 52 a.  Neurocitoma central englobando plexo coróide. HE, Masson, IH para SNF, Ki67
M. 15 a. Neurocitoma central atípico de III ventrículo. HE, IH para antígenos gliais Idem, IH para antígenos neuronais, CD34, Ki67
LIPONEUROCITOMA CEREBELAR 
F. 72 a. Liponeurocitoma cerebelar, HE, textos : liponeurocitoma, paliçadas rítmicas de núcleos
TUMOR  NEUROEPITELIAL  DISEMBRIOPLÁSICO 
(DNT, DNET)...Neuroimagem....
M. 23 a. Tumor neuroepitelial disembrioplásico (DNET) temporal direito. Texto M. 3 a. DNET associado a displasia cortical M. 43 a. DNET. HE Idem, IH
F. 20 a.  DNET de giro frontal superior direito. HE,  Texto Idem, tricrômico de Masson Idem, luxol fast blue - cresil violeta Idem, IH para neurônios - MAP2
Idem, IH para neurônios - NF, tubulina Idem, IH para astrócitos - GFAP, VIM, S-100 Idem, IH  - CD34, Ki67 M. 13 a. DNET em giro pré-central esquerdo. HE - foto : satelitose perineuronal
M. 18 a. Tumor neuroepitelial disembrioplásico (DNET) têmporo-occipital inferior direito. HE Idem, LFB-Nissl Idem, IH - GFAP Idem, IH - MAP2
Idem, IH - NeuN Idem,  IH - SMI32, NF Idem,  IH - SNF, cromogranina, CD34, Ki67
TUMOR GLIONEURONAL...Neuroimagem....
F. 30 a. Tumor glioneuronal com ilhotas de neurópilo e transformação focal para glioblastoma multiforme - HE Idem, tumor glioneuronal, IH para antígenos neuronais Idem, tumor glioneuronal, IH para antígenos gliais Idem, tumor glioneuronal, ME
Idem, área de glioblastoma multiforme, HE, IH.
TUMOR  NEUROECTODÉRMICO  PRIMITIVO (PNET)...Neuroimagem....
M. 21 a. PNET temporal E M. 4 d.  PNET congênito de hemisfério cerebral com diferenciação ependimária e neuroblástica.  HE Idem, IH F. 37 a. Tumor neuroectodérmico primitivo (PNET) anaplásico frontal. Macro, esfregaço, congelação
Idem, HE Idem, IH (GFAP) Idem, IH, outros marcadores (foto - positividade para cromogranina) Idem, ME (foto - neurópilo com finos prolongamentos celulares)
M. 29 a. Tumor neuroectodérmico primitivo (PNET) supratentorial (parietal esquerdo). HE, reticulina Idem, IH : GFAP, VIM, S-100, NF, SNF, NSE, cromogranina Idem, IH : CD56, CD99, EMA, CD34, Ki67, p53
F. 9 a. Tumor neuroectodérmico primitivo (PNET) supratentorial. Macro, HE  Idem, colorações especiais. Foto : fibras elásticas entre células neoplásicas Idem, IH: GFAP, VIM Idem, IH :  nestina, S-100, CD56
Idem, IH : SNF, cromogranina, NF, EMA Idem, IH : AE1AE3,  1A4,  CD34,  Ki-67,  p53 Idem, ME. Foto : fibras elásticas
F. 43 a.  Tumor neuroectodérmico primitivo supratentorial (PNET). Primeira amostra, HE Idem, segunda amostra, HE Idem, colorações especiais Idem, IH para GFAP, VIM, nestina
Idem, IH, tubulina, CD56, S-100, NF Idem, IH, CD68, HAM-56,  CD3, CD20 Idem, IH, CD34, 1A4, Ki67, p53 Idem, microscopia eletrônica
F. 36 a.  Tumor neuroectodérmico primitivo (PNET) de assoalho do IV ventrículo. HE Idem, imunohistoquímica
F. 2 a.  2 m. Tumor embrionário com neurópilo abundante e rosetas em multicamadas. Macro, HE, texto Idem, imunohistoquímica para antígenos gliais - GFAP, vimentina Idem, IH para antígenos neuronais - neurofilamento, sinaptofisina, MAP2, NeuN Idem, IH para EMA, Ki67
Idem, microscopia eletrônica.  F. 2 a 9 m. Tumor embrionário com neurópilo abundante e rosetas em multicamadas. Mesmo caso anterior, recidiva após 6 meses.  HE Idem, tricrômico de Masson, reticulina Idem, IH - antígenos neuronais - cromogranina, SMI-32, NF, SNF, NeuN
Idem, IH  - antígenos gliais - GFAP, VIM Idem, IH - CD34, Ki-67, p53
MEDULOBLASTOMA...Neuroimagem....Na graduação:  Neuropatologia. Neuroimagem
Meduloblastoma desmoplásico clássico, HE M. 21 a. Meduloblastoma desmoplásico, HE, IH. Na foto: diferenciação astrocitária M. 42 a. Meduloblastoma desmoplásico F. 38 a. Meduloblastoma desmoplásico
M. 35 a. Meduloblastoma clássico vermiano em paciente de 35 anos, com hemorragia peritumoral F. 32 a. Meduloblastoma de grandes células com massas múltiplas em cerebelo e medula. Macro (autópsia), HE, Retic. Idem, IH F. 29 a. Meduloblastoma desmoplásico. HE, colorações especiais
Idem, IH F. 24 a.  Meduloblastoma desmoplásico.  HE, reticulina Idem, IH, texto meduloblastomas
TUMOR  TERATÓIDE/RABDÓIDE ATÍPICO...Neuroimagem....
M. 1 a. 1 m. Tumor teratóide/rabdóide atípico fronto-temporal e centrencefálico direito.  HE, texto Idem, tricrômico de Masson, reticulina Idem, imunohistoquímica  para antígenos epiteliais - EMA, AE1AE3 Idem, IH - antígenos gliais - GFAP, vimentina, S100
Idem, IH - antígenos neuronais - SNF, MAP2, SMI32 Idem, IH - 1A4, CD34 Idem, IH - INI1, Ki67, p53 Idem, IH - CD68, HAM56, CD3, CD20
MENINGIOMA ...Neuroimagem: por topografia; mais casos....
Na graduação: Neuropatologia. Neuroimagem
Meningioma meningotelial invadindo osso e partes moles, causando hiperostose. Caso clássico M.  26 a. Meningioma meningotelial em paciente jovem, com evolução rápida F. 67 a.  Meningioma atípico intraventricular F. 66 a.  Meningioma meningotelial
M.  74 a. Meningioma meningotelial com infiltração cerebral M.  69 a. Meningioma fibroblástico, com cristais de hematoidina em áreas necróticas M.  44 a. Meningioma transicional de fossa posterior - positividade para receptor de progesterona Idem, microscopia eletrônica
F. 70 a.  Meningioma meningotelial/ transicional de região parietal E com infiltração cerebral Idem, imunohistoquímica F. 62 a.  Meningioma fibroblástico de canal espinal. HE, colorações Idem, IH
F. 41 a.  Meningioma transicional da goteira do olfatório. HE, colorações, IH F. 50 a.  Meningioma meningotelial fronto-basal D.  HE, colorações, IH F. 47 a.  Meningioma fibroblástico fronto-parietal D.   Macro, HE, colorações, IH M.  60 a. Meningioma cordóide fronto-temporal D.  Macro, HE
Idem, colorações especiais, IH, texto M.  64 a. Meningioma rico em linfócitos e plasmócitos. Acompanhamento de 10 anos. HE, IH, texto F. 73 a.  Meningioma secretor. HE, colorações especiais Idem, IH, texto
Idem, ME F. 48 a.  Meningioma microcístico. HE Idem, colorações especiais Idem, IH, texto
F. 33 a.  Meningioma transicional rico em redemoinhos.  Macro, HE, colorações Idem, IH F. 75 a.  Meningioma angiomatoso. Macro, HE, colorações Idem, IH
F. 52 a.  Meningioma atípico. HE, colorações especiais Idem, IH. Texto M.  36 a. Meningioma originado no ouvido médio E. HE, IH Idem, extensão intracraniana após 4 anos como meningioma fibroblástico. HE, IH
F.  36 a. Meningioma secretor de asa do esfenóide com hiperostose, HE Idem, PAS, IH Idem, ME F. 43 a.  Meningioma da bainha do nervo óptico. Macro, HE.
Idem, colorações  especiais Idem, imunohistoquímica F. 13 a. Meningioma de células claras de fossa posterior. HE, colorações  especiais, texto Idem, IH
Idem, ME M.  51 a. Meningioma lipidizado (com metaplasia adiposa) e componente secretor de asa do esfenóide D. HE Idem, colorações especiais Idem, IH
Página  de resumo deste caso  »»
Idem, ME F. 42 a. Meningioma cordóide frontal D, HE, IH F. 29 a.  Meningioma rabdóide, papilífero e de células claras. Macro, esfregaço, congelação 
Idem, parte rabdóide, HE, Masson, reticulina Idem, parte rabdóide, IH, texto Idem, parte rabdóide, ME Idem, parte papilífera, HE, PAS, reticulina
Idem, parte papilífera, IH, texto Idem, parte de células claras, HE, reticulina Idem, parte de células claras, IH Idem, parte de células claras, ME
M. 49 a. Meningioma xantomatoso e angiomatoso parietal E. Macro, HE Idem, colorações especiais Idem, IH Idem, ME
F. 66 a. Meningioma microcístico, xantomatoso, angiomatoso e meningotelial  parafalcino  E. Macro, HE Idem, colorações especiais Idem, IH Idem, ME
F. 75 a. Meningioma fibroblástico intraventricular (ventrículo lateral esquerdo).  Macro, HE M. 70 a.  Meningioma atípico frontal esquerdo. HE - hipercelularidade, células pequenas, macronucléolos Idem, IH. 
Positividade para EMA, padrão membrana
F. 63 a. Meningioma gigante de goteira do olfatório. HE : paliçadas simulando schwannoma
F. 57 a. Meningioma em placa de fossa média invadindo seio cavernoso e ouvido. HE : redemoinhos em biópsia de ouvido médio M. 51 a. Meningioma secretor em ângulo ponto-cerebelar simulando schwannoma. HE, colorações especiais Idem, IH
M. 43 a. Meningioma gigante fronto-parietal bilateral com hiperostose e compressão cerebral. Macro, HE do osso infiltrado Idem, tumor intracraniano só removido após 4 anos. Macro, HE M. 69 a. Meningioma frontal com hiperostose e lise óssea. HE - componente intraósseo. Extensa necrose do meningioma e trabéculas ósseas. Idem, HE - componente intracraniano. Foto - infiltração cerebral
F. 68 a. Meningioma exofítico de pequena asa do esfenóide, com hiperostose limitada à implantação do tumor.  Macro, HE Idem, tricrômico de Masson Idem, nódulo hiperostótico em luz polarizada F. 56 a.  Meningioma psamomatoso de goteira do olfatório e teto da órbita direita. HE
F. 48 a.  Meningioma cordóide de goteira do olfatório. HE Idem, colorações especiais Idem, IH Idem, ME
F. 44 a. Meningioma psamomatoso espinal. HE, colorações especiais Idem, IH F. 30 a. Meningioma microcístico infiltrando grande asa do esfenóide com hiperostose. HE M. 38 a. Meningioma cordóide temporal. HE, IH. Foto - esboço de redemoinho
F. 20 a.   Meningioma anaplásico e de células claras em fossa posterior com extensão supratentorial.  Macro, HE, componente anaplásico Idem, HE, componente de células claras Idem, tricrômico de Masson Idem, reticulina, PAS sem e com diastase (células claras)
Idem, imunohistoquímica para EMA, VIM Idem, IH, S-100, CD57, 1A4, HHF35. Foto - axônios de raízes de nervos cranianos infiltradas pelo tumor Idem, IH, CD34, Ki-67, p53
F. 55 a. Meningiomas fibroblásticos de fossa posterior histologicamente simulando schwannoma pela positividade para S-100. HE,  IH - EMA, S-100 M. 74 a. Meningioma fibroblástico de fossa posterior junto ao poro acústico interno histologicamente simulando schwannoma pela positividade para S-100.  HE,  IH - EMA, S-100
HEMANGIOPERICITOMA...Neuroimagem....Texto
Tumor fibroso solitário  e  hemangiopericitoma
Texto ilustrado linkado
M. 33 a. Hemangiopericitoma da foice do cérebro. Macro, HE, colorações especiais Idem, IH, texto Idem, ME
M. 30 a. Hemangiopericitoma de tenda do cerebelo. HE Idem, colorações especiais Idem, IH Idem, ME
F. 67 a. Hemangiopericitoma de região selar simulando adenoma de hipófise. HE, colorações especiais Idem, IH
..
TUMOR  FIBROSO  SOLITÁRIO  DAS  MENINGES...Neuroimagem....
F. 20 a. Tumor fibroso solitário das meninges em foice do cérebro.  HE, colorações Idem, IH Idem, comparação com meningioma fibroblástico.  Textos complementares M. 53 a. Tumor fibroso solitário das meninges. HE, colorações especiais, IH
M. 50 a. Tumor fibroso solitário das meninges. HE, colorações especiais Idem, IH M. 73 a. Tumor fibroso solitário das meninges. Macro, HE, colorações especiais Idem, IH
F. 37 a.  Tumor fibroso solitário intracraniano com metástases ósseas múltiplas após 3 anos. Tumor primário, HE Idem, colorações especiais Idem, IH Idem, metástase em vértebra T11.  HE, colorações especiais
Tumor fibroso solitário  e  hemangiopericitoma
Texto ilustrado linkado
Idem, metástase. IH M. 55 a.   Tumor fibroso solitário occipital com infiltração e lise óssea.  HE Idem, IH
M. 52 a.  Tumor fibroso solitário occipital / cervical  intra- e extracraniano e metástases tardias em coluna vertebral. 
Evolução de 10 anos. Biópsia de 2014, HE
Idem, biópsia de 2014, IH Idem, biópsia de 2009, HE
SCHWANNOMA ...Neuroimagem...Na graduação: Neuropatologia. Neuroimagem. Texto
M. 37 a. Schwannoma vestibular D, sólido-cístico.  HE, colorações Idem, IH Idem, ME F. 27 a. Schwannoma de raiz cervical C4 D.  HE, IH
F. 63 a. Schwannoma retroperitonial, HE, IH M. 30 a. Schwannoma de raízes da cauda eqüina no nível do cone medular. Macro, HE, colorações especiais Idem, IH
M. 27 a. Schwannoma da raiz do N. trigêmeo E (do gânglio semilunar ou de Gasser, no cavo de Meckel). Macro, HE Idem, colorações especiais Idem, IH
M. 28 a. Schwannomas múltiplos de cauda eqüina. Macro, HE, colorações especiais Idem, IH (foto, padrão Antoni B) Idem, ME  (setas, membrana basal)
NEUROFIBROMA...Neuroimagem.. Banco de imagens....Textos (1) (2)
M.  31 a. Neurofibroma plexiforme cutâneo. Macro, HE Idem, colorações especiais Idem, IH
M. 12 a. Neurofibroma plexiforme em língua. HE, Masson Idem, IH - NF, CD57, S100, EMA
GANGLIONEUROBLASTOMA,  GANGLIONEUROMA. ..Neuroimagem..
Na graduação: Patologia endócrina.  Banco de imagens: Gânglio simpático
F. 26 a. Ganglioneuroblastoma retroperitonial. HE Idem, IH para antígenos neuronais Idem, IH para antígenos gliais e outros Idem, recidiva após 6 anos, como massa mediastinal. HE, IH. 
F. 20 a. Ganglioneuroblastoma epidural torácico. HE. Texto. Idem, IH F. 68 a. Ganglioneuroma de mediastino posterior, HE, IH
NEUROBLASTOMA...Neuroimagem....
M. 40 a. Neuroblastoma do N. olfatório (estesioneuroblastoma). Macro, HE Idem, IH para marcadores neurais Idem, IH para marcadores não-neurais Idem, ME
M. 11 m.  Neuroblastoma retroperitonial metastático ao crânio. Macro, HE Idem, IH M. 46 a. Neuroblastoma do nervo olfatório com hemorragia no lobo frontal D. HE, IH
CARCINOMA NEUROENDÓCRINO...Neuroimagem....
M. 52 a. Carcinoma neuroendócrino sinonasal. Macro, HE. Texto Idem, IH : marcadores epiteliais e vimentina Idem, IH : marcadores neurais
HEMANGIOBLASTOMA...Neuroimagem....
F. 55 a. Hemangioblastoma espinal com feições histológicas clássicas F. 50 a. Hemangioblastoma espinal. Outro exemplo F. 23 a. Hemangioblastoma cerebelar, HE, IH F. 50 a. Hemangioblastoma cerebelar, macro
M. 39 a. Hemangioblastoma espinal, macro M. 52 a.  Hemangioblastoma de bulbo. Macro, HE, colorações especiais Idem, IH. Textos : NSE, inibina Idem, ME. Texto
LINFOMA...Neuroimagem....
M. 65 a. Linfoma não-Hodgkin de grandes células B em sistema nervoso central F. 32 a. Linfoma não-Hodgkin de grandes células B em sistema nervoso central em paciente HIV + F. 62 a. Linfoma não Hodgkin de grandes células B, primário de osso occipital. HE, IH F. 19 a. Linfoma de Hodgkin recidivado em coluna torácica e tecidos moles com compressão radicular. HE, IH
F. 56 a. Linfoma não-Hodgkin de grandes células B do cerebelo e região selar. HE, colorações, IH M. 24 a. Linfoma T/NK sistêmico com extensão ao cérebro e medula espinal. Macro cérebro e medula Idem, lesões cerebrais, HE Idem, linfoma na medula, HE
Página de  resumo deste caso Textos: Células NK, Linfomas T/NK 
Idem, medula espinal, outros achados, HE. Foto: hérnia de cerebelo no canal espinal Idem, linfoma na medula, IH Idem, lesões sistêmicas, HE. 
Foto: baço
Idem, endocárdio, IH Foto: marcação nuclear para virus de Epstein-Barr
F. 27 a. Linfoma não Hodgkin de grandes células B, infiltrativo  difuso da s. branca, sem impregnação por contraste. HE.  Idem, IH F. 60 a. Linfoma primário de dura-máter com extensão extracraniana. Evolução de 12 anos. HE. Foto: infiltração do músculo temporal Idem, IH, texto : pseudotumor inflamatório
F. 56 a. Linfoma de zona marginal (imunofenótipo B, baixo grau histológico) em dura-máter  do seio cavernoso. Textos. F. 42 a. Linfoma B de grandes células centroencefálico. HE, IH. Texto. F. 52 a. Linfoma B de grandes células de dura-máter, osso occipital e partes moles
MIELOMA...Neuroimagem....
M. 59 a. Mieloma múltiplo de coluna vertebral F. 45 a.  Plasmocitoma de base de crânio. HE - esfregaço, congelação, parafina. Texto Idem, imunohistoquímica Idem,  microscopia eletrônica
M. 61 a. Plasmocitoma de base de crânio. HE, IH
HISTIOCITOSES... Neuroimagem....
F. 50 a. Histiocitose não Langerhans de base do crânio e região selar.  M. 34 a. Histiocitose não Langerhans de meninges e parênquima. F. 3 a. Histiocitose de  Langerhans (granuloma eosinófilo) de calota craniana e esterno M. 63 a. Histiocitose X ou de Langerhans da órbita.  HE. Texto.
Idem, IH Idem, ME M. 37 a. Histiocitose X ou de Langerhans em canal espinal C7-T1, HE Idem, IH
METÁSTASES. ...Neuroimagem....Na graduação:  Neuropatologia. Neuroimagem
M. 25 a. Metástase de carcinoma neuroendócrino F. 52 a.  Metástase de carcinoma  mamário em fossa posterior F. 51 a.  Metástase de melanoma maligno F. 48 a.  Metástase de adenocarcinoma do cólon
F. 64 a.  Metástase de carcinoma adenóide cístico M. 57 a. Metástase de carcinoma neuroendócrino F. 75 a.  Metástase occipital de adenocarcinoma folicular da tiróide M. 11 m.  Neuroblastoma retroperitonial metastático ao crânio. Macro, HE
Idem, IH F. 15 a.  Metástases de coriocarcinoma (primário - mola hidatiforme). Macro M. 22 a.  Metástases de coriocarcinoma (primário - mediastino). Macro, HE Idem, IH
M. 60 a.  Metástases disseminadas de adenocarcinoma pulmonar. HE Idem, IH
F. 68 a. Metástase de adenocarcinoma folicular da tiróide em crânio. Macro, HE Idem, IH Idem, ME. Texto: histofisiologia da tiróide
M. 59 a. Metástase cerebral de carcinoma neuroendócrino. HE, colorações especiais Idem, IH F. 75 a. Metástase de adenocarcinoma em asa do esfenóide simulando meningioma em RM. HE (Foto : células neoplásicas em canal de Havers) Idem, IH
M. 60 a. Metástase de melanoma em joelho do corpo caloso simulando glioblastoma multiforme 'em asa de borboleta'. HE Idem, IH. Foto: célula neoplásica positiva para HMB-45.   Textos: HMB-45; metástases ao sistema nervoso central F. 54 a. Metástase de melanoma em cabeça do núcleo caudado com hemorragia peritumoral e inundação ventricular. HE Idem, IH.  Textos : melan Acanibalismo entre células  neoplásicas
F. 22 a.  Metástases cerebrais de coriocarcinoma 6 anos após mola hidatiforme.  Macro, HE Idem, IH
M. 20 a.  Teratoma imaturo do testículo associado a coriocarcinoma. HE Idem, coriocarcinoma primário no testículo, HE Idem, coriocarcinoma,  metástase cerebral. HE, IH  Idem, coriocarcinoma, segunda metástase cerebral, um ano após. Macro, HE
CRANIOFARINGIOMA. ...Neuroimagem....Na graduação:  Patologia Endócrina
F. 8 a. Craniofaringioma adamantinomatoso clássico M. 59 a. Craniofaringioma escamo-papilar M. 39 a.Craniofaringioma escamo-papilar - Epitélio escamoso F. 31 a. Craniofaringioma escamo-papilar - Epitélio cúbico
M. 44 a. Craniofaringioma adamantinomatoso. Macro Idem, HE, epitélio tumoral Idem, HE, ossificação, gliose pilocítica peritumoral. Texto: craniofaringiomas Idem, em luz polarizada
Idem,  colorações especiais Idem,  ME M. 54 a.  Craniofaringioma adamantinomatoso. Macro, HE  Idem,  colorações especiais
Idem, IH Idem, ME  M. 44 a.  Craniofaringioma adamantinomatoso com cisto bifrontal intraparenquimatoso  F. 31 a. Craniofaringioma adamantinomatoso. Cristais de colesterol em luz polarizada
M. 31 a. Imagem compatível com craniofaringioma. HE:  Gliose pilocítica e granulomas a cristais de colesterol. Ausência de tecido tumoral.Texto:  alfa B-cristalina Idem, IH: GFAP, macrófagos Idem, IH: CD34, AE1AE3, EMA, Ki-67
M. 28 a. Craniofaringioma papilífero ou escamo-papilar. HE Idem, tricrômico de Masson
CISTOS EPIDÉRMICOS, DERMÓIDES  ...Neuroimagem....
F. 56 a. Cisto epidérmico clássico F. 47 a. Cisto epidérmico roto e calcificado com gliose M. 33 a.  Cisto epidérmico de fissura coróide direita. Macro, HE
M. 25 a. Cisto dermóide ou teratoma maduro de região selar. Macro, HE M. 64 a. Cisto dermóide (teratoma maduro) em cerebelo +  cisto aracnóideo de fossa posterior. Macro, HE F. 1 a. 6 m. Cisto dermóide espinal intracanal. HE
M. 18 a. Cisto dermóide (teratoma maduro) de fossa posterior.  Macroscopia Idem, HE
M. 5 a. Teratoma maduro (cisto dermóide) da pineal. Macro Idem, HE
ADENOMA DA HIPÓFISE   ...Neuroimagem....Na graduação: Patologia Endócrina
F. 37 a. Adenoma secretor de GH M. 41 a.  Oncocitoma da adenohipófise (adenoma de células null, variante oncocítica). HE, IH, ME,
textos: adenohipófise normal, adenomas, oncocitomas
M. 49 a. Adenoma de hipófise invasivo infiltrando base do crânio e rinofaringe. HE (foto - invasão óssea) Idem, IH
F. 44 a. Adenoma de hipófise ectópico e invasivo no seio esfenoidal e cavidade nasal esquerda. Macro, HE. Foto - atipias nucleares. Texto : adenoma de hipófise ectópico Idem, colorações especiais. Foto - glândulas da mucosa nasal aprisionadas Idem, IH. Foto - positividade para hormônio do crescimento M. 44 a. Oncocitoma (adenoma de células null da hipófise). HE
Idem, IH. TSH único hormônio expressado em pequena proporção de células Idem, ME. Citoplasma rico em mitocôndrias anômalas, pobre em grânulos secretórios F. 67 a.   Adenoma de hipófise invasivo em ossos da base do crânio. HE, esfregaço, parafina Idem, IH.  Foto - adenoma invasivo em contato com a mucosa dos seios  paranasais
M. 46 a. Adenoma eosinófilo da hipófise causando acromegalia, IH negativa para GH. Macroscopia Idem, HE Idem, IH - GH (texto), prolactina, AE1AE3,  Ki67 Idem, microscopia eletrônica.  Texto - grânulos de secreção
CARCINOMA  DA  ADENOHIPÓFISE......Neuroimagem....
F. 37 a.   Adenocarcinoma da hipófise com metástases pulmonares. Evolução de 6 anos. 1a. biópsia do tumor hipofisário, 2009. HE, IH  Idem, 2a. biópsia do tumor hipofisário, 2015. HE, IH.  Foto - transição para área necrótica Idem, biópsia pulmonar, 2014. HE, IH.  Texto
TUMOR DE CÉLULAS GRANULARES DA NEUROHIPÓFISE....
.Neuroimagem....
M. 36 a.  Tumor de células granulares da neurohipófise.   HE, colorações especiais Idem, IH. Texto Idem, ME M. 56 a.  Tumor de células granulares da neurohipófise no assoalho do III ventrículo.  HE, colorações especiais, IH
TUMORES  DA  REGIÃO  PINEAL 
TUMORES  DE  LINHAGEM GERMINATIVA...Neuroimagem.....Textos (1) (2)
Germinoma da pineal. Caso clássico.  Germinoma da pineal. HE, IH  M. 19 a. Germinoma da pineal. HE, IH  M. 29 a.  Germinoma de pineal. Macro, HE
Idem, IH para PLAP, c-kit, b-HCG, AE1AE3.   Textos: PLAP, c-kit Idem, IH para CD20, CD3, vimentina e Ki-67 M. 21 a. Germinoma de região hipotalâmica, com infiltração óssea do dorso da sela. HE, colorações, IH F. 16 a. Germinoma de região hipotalâmica. Disseminação liquórica ao IV ventrículo. HE
M. 17 a. Germinoma de pineal com granulomas não caseosos de células epitelióides. HE Idem, IH para  PLAP, c-kit, CD3, CD20, CD68 Idem, IH para VIM, AE1AE3, GFAP, NF, Ki-67, p53
M. 14 a. Germinoma de região hipotalâmica. HE, colorações especiais Idem, IH M. 5 a. Teratoma maduro (cisto dermóide) da pineal. Macro Idem, HE
M. 8 meses. Teratoma cerebral congênito. 2a. biópsia aos 8 meses mostrando tecidos de vários tipos, inclusive tecido nervoso malformado e dentes imaturos. HE. Texto Idem, 1a. biópsia aos 2 meses com tecido nervoso malformado. Imunohistoquímica
TUMORES  DO  PARÊNQUIMA  PINEAL, OUTROS...Neuroimagem....Texto
M. 42 a.  Pineocitoma. Texto F. 24 a. Pineocitoma F. 56 a. Pineocitoma, HE  Idem, IH
Idem, ME M. 52 a. Pineocitoma. HE, IH F. 20 a. Pineoblastoma, HE.  Texto F. 14 a. Pineoblastoma, HE, colorações especiais
Idem, IH F. 64 a.  Glioblastoma multiforme da glândula pineal.  HE. Texto Idem, IH
M. 9 a. Cisto de pineal. Macro, HE.  Texto Idem, IH F. 58 a. Cisto triloculado de pineal. HE, IH
CORDOMA...Neuroimagem....Texto complementar......Banco de imagens
Cordoma clássico M. 40 a. Cordoma de clivus - infiltração óssea F. 54 a. Cordoma de clivus -  biópsia transnasal, HE, IH Idem, autópsia, HE
M. 72 a. Cordoma de vértebra L5.  HE, colorações especiais Idem, IH F. 68 a. Cordoma sacral com recidiva gigante após 6 anos. Macro, HE
F. 32 a.  Cordoma de clivus. HE, colorações especiais Idem, IH
PARAGANGLIOMA ...Neuroimagem....Texto complementar
Paraganglioma de corpo carotídeo, HE F. 59 a.  Paraganglioma de corpo carotídeo, HE, colorações, IH Paraganglioma de glomus jugular, HE, colorações, IH F. 52 a.  Paraganglioma gangliocítico de cauda eqüina. RM, HE, colorações
Idem, IH Idem, ME F. 54 a. Paraganglioma de cauda eqüina. Macro, HE, colorações especiais Idem, IH. Texto: paragangliomas espinais
TUMORES ÓSSEOS...Neuroimagem....Graduação
M. 23 a. Tumor de células gigantes de coluna lombo-sacra. HE.  Texto F. 16 a. Cisto ósseo aneurismático de sacro. HE.  Texto M. 27 a.  Cisto ósseo aneurismático de osso occipital. Macro, lâminas escaneadas. Texto Idem, HE - septos membranosos
Idem, HE - neoformação óssea nos septos M. 20 a. Cisto ósseo aneurismático em crânio (osso parietal) com hematoma epidural espontâneo. HE F. 31 a. Osteossarcoma de base de crânio, pós RT para craniofaringioma
M. 42 a.  Condroma de base de crânio (do ápice petroso).  HE, IH, texto M. 16 a.  Condroma cístico parcialmente ossificado de convexidade cerebral. Macro, HE. Texto F. 31 a. Condroma de base de crânio. HE, IH
F. 17 a.  Condroblastoma da base do crânio (osso temporal). HE - foto - calcificações em treliça. Texto Idem, IH M. 19 a.  Fibroma condromixóide em osso occipital; extensão intra-  e extracraniana. Macro, HE, texto
Idem, colorações especiais Idem, imunohistoquímica para VIM, 1A4, HHF-35 Idem, IH para CD56,  S100,  CD34,  Ki67,  p53 Idem, microscopia eletrônica. Textos : fibronectina, integrinas
F. 21 a.  Displasia fibrosa do crânio. Macro, HE, texto Idem, tricrômico de Masson
LEIOMIOMA...Neuroimagem. LIPOMA...
Neuroimagem.
F. 71 a. Leiomioma espinal extradural. HE, Masson, reticulina Idem, IH  Idem, ME  M. 11 a. 6 m. Lipomas intradurais cervicais, lombares.  Macro, HE, Masson, IH.  Texto
MELANOCITOMA.....Neuroimagem....
F. 39 a. Melanocitoma da região selar. Evolução de 6 anos. Macro, HE, colorações especiais Idem, imunohistoquímica, microscopia eletrônica
TUMOR  NEUROECTODÉRMICO  PRIMITIVO  PERIFÉRICO (pPNET)
...Neuroimagem....
F. 21 a. Tumor neuroectodérmico primitivo periférico (pPNET) em raiz C6 D F. 37 a. Sarcoma de Ewing / tumor neuroectodérmico primitivo periférico (pPNET) de raízes  da cauda eqüina e vértebras lombares. HE, colorações, IH M. 21 a. Tumor neuroectodérmico primitivo periférico (pPNET) de raízes da cauda eqüina.  HE, colorações Idem, IH
M. 26 a. Tumor neuroectodérmico primitivo periférico (pPNET) de raízes da cauda eqüina. Macro, HE, colorações especiais Idem, IH (foto, raiz divulsionada pela neoplasia) F. 15 a. pPNET espinal extradural nível T11-T12. HE Idem, IH
F. 38 a.  Tumor neuroectodérmico primitivo periférico (pPNET) de plexo sacral e nervo ciático. Macro, HE Idem, tricrômico de Masson. Foto - reação desmoplásica Idem, IH Idem, microscopia eletrônica
SARCOMA.....Neuroimagem....
M. 17 a. Sarcoma mixóide cerebral primário. Lesão inicial, HE, IH Idem, segunda recidiva após 3 anos, HE, IH (sarcoma indiferenciado de alto grau histológico) Idem, terceira recidiva, frontal E após 4 anos. Macro, HE Idem, tricrômico de Masson
Página de resumo deste caso
Idem, IH Idem, ME M. 21 a.  Sarcoma primário de meninges com expressão polifenotípica. HE Idem, colorações especiais
Idem, IH, antígenos musculares, vimentina Idem, IH, antígenos epiteliais Idem, IH, antígenos neurais Idem, IH - CD34, Ki-67, p53
M. 19 a.  Sarcoma primário de córtex cerebral. Lâminas escaneadas, HE Idem, colorações especiais Idem, imunohistoquímica para  GFAP, VIM, S100 Idem, IH para SNF, NF, cromogranina, NeuN
Idem, IH para tubulina, MAP2, CD56 Idem, IH para 1A4, HHF35 Idem, IH para CD34, Ki67, p53 Idem, microscopia eletrônica - filamentos citoplasmáticos lembrando miofibrilas e sarcômeros em células neoplásicas
..


..
MALFORMAÇÕES, DEFEITOS DE MIGRAÇÃO...Neuroimagem....
F. 1 a. 5 m.   Hemimegalencefalia, agiria, paquigiria. Macro Idem, HE Idem, LFB-Nissl Idem, IH para GFAP Idem, VIM

 
Idem, MAP2 Idem, NeuN Idem, SMI-32 Idem, CD34, Ki67
Textos. Agiria, paquigiria, hemimegalencefalia, heterotopias gliais meníngeas
F. 19 a. Heterotopias M. 15 a. Displasia cortical do tipo Taylor F. 33 a. Displasia cortical do tipo Taylor F. 32 a. Displasia cortical associada a ganglioglioma 
M. 2 a. 11 m. Displasia cortical do tipo Taylor F. 15 a. Displasia cortical não- Taylor M. 15 a.  Displasia cortical não-Taylor + xantoastrocitoma pleomórfico. Macro, HE Idem, córtex, substância branca, HE
Página de  resumo deste caso
Idem, GFAP Idem, VIM Idem, S100, CD34, NSE Idem, xantoastrocitoma pleomórfico, HE, IH (achado incidental)
M. 16 a. Polimicrogiria e leucomalácia cística F. 40 a. Encefalocele frontal-etmoidal (fronto-nasal) D. HE, tricrômico de Masson Idem, IH F. 5 a. Encefalocele frontal-etmoidal (fronto-orbitária) E. HE, tricrômico de Masson
M. 4 m.  Encefalocele occipital. Macro, lâminas escaneadas Idem, HE. Foto - pele e córtex cerebral atrófico Idem, polimicrogiria, vascularização anômala das leptomeninges. Texto Idem, córtex cerebelar, ventrículo, epêndima. Texto : encefalocele
F. 3 d.  Mielomeningocele lombar. HE, colorações especiais Idem, IH Pele normal próxima à mielomeningocele.  IH M. 1 a. 9 m. Esclerose tuberosa. Túber gigante parcialmente calcificado fronto-parietal direito. Espécime cirúrgico. (+ histologia, imunohistoquímica)
CISTOS, HAMARTOMAS, OUTROS  ...Neuroimagem....
F. 28 a. Cisto aracnóideo congênito F. 27 a. Cisto aracnóideo intradiplóico. HE, texto M. 45 a. Cisto epidural meníngeo cervical. Macro, HE, texto F. 15 a. Cistos epidurais meníngeos múltiplos. Macro, HE, texto
F. 62 a. Cisto epidural meníngeo de coluna torácica. HE F. 45 a. Cisto neuroentérico espinal M. 24 a. Cisto neuroentérico espinal HE, colorações especiais Idem, IH
Idem, ME M. 5 m.  Cisto de plexo coróide do ventrículo lateral esquerdo. Macro, mesoscopia sob lupa, lâminas escaneadas, HE. Texto F. 37 a. Cisto de bolsa de Rathke. HE, colorações especiais. Banco de imagens F. 70 a. Cisto de bolsa de Rathke. HE. Foto. Reação granulomatosa de corpo estranho
M. 25 a. Hamartoma hipotalâmico. Macro,  HE Idem, IH, texto F. 3 a. Hamartoma hipotalâmico. HE
OUTRAS  DOENÇAS...Neuroimagem....
F. 59 a. Radionecrose tardia pseudotumoral pós radiocirurgia para cavernoma M. 41 a.  Radionecrose tardia pseudotumoral pós radioterapia para oligoastrocitoma.  Macro, HE
Resumo do caso
Idem, colorações  especiais Idem, imunohistoquímica
F. 59 a. Radionecrose tardia pseudotumoral frontal E 9 meses após RT para glioblastoma multiforme.  HE, Masson Idem, imunohistoquímica M. 21 a. Neuroma de amputação. Macro, HE, colorações, IH
..
Patologia geral e especial Neuropatologia e Neuroimagem Neuroimagem - Graduação Neuroimagem - Casos
Índice alfabético geral Índice alfabético Neuro Casos correlativos Banco de Imagens - Neuro
Adições recentes This page in English English Homepage Técnicas histológicas
....