Tumor  teratóide/rabdóide  atípico. 
5.  Antígenos  neuronais :  SNF, MAP2, SMI-32
...
Masc. 1 a 1 m.   Clique para TC, RM, destaques da HE e colorações especiais, destaques da IH, HE, tricrômico de Masson, reticulina, EMA, AE1AE3, GFAP, VIM, S-100, SNF, MAP2, SMI-32, 1A4, CD34, INI1, Ki67, p53, CD68, HAM-56, CD3, CD20Texto sobre  ATRT.
...
Sinaptofisina (SNF).    Sinaptofisina, uma proteína associada a vesículas sinápticas, é um marcador neuronal e neuroendócrino (para breve texto, clique) .   Neste tumor teratóide/rabdóide atípico (ATRT), marcou grande parte das células neoplásicas no citoplasma. Há também células negativas.  Pelo menos uma das células marcadas mostra nucléolo, sugerindo, com a positividade para SNF, diferenciação neuronal. 
..
..
MAP2.   MAP2 (microtubule associated protein), uma proteína do citoesqueleto associada a microtúbulos, é primariamente expressada na região somatodendrítica de neurônios (para breve texto, clique) e considerada um dos melhores marcadores neuronais da atualidade. Para imagens de córtex cerebral humano normal estudado com MAP2, clique.   Aqui, documentamos grande parte das células marcadas por MAP2, o que pode ser tomado como indício de diferenciação neuronal neste tumor teratóide/rabdóide atípico (ATRT). As células menores com menos citoplasma, presumivelmente as menos diferenciadas, são negativas, como já observado em outros anticorpos como GFAP, VIM e EMA.  
..
MAP2.  Positividade em células rabdóides / vacuoladas. 
..
MAP2.  Negatividade em células indiferenciadas.   Células de núcleos menores, mais regulares e sem nucléolo, e citoplasma muito escasso, interpretadas como mais imaturas, são negativas para MAP2. 
..
..
SMI-32.     SMI-32 (para breve texto, clique) é um anticorpo monoclonal que reconhece um epítopo não fosforilado de uma proteína de neurofilamento pesada (200 kD). Permite visualização de corpos celulares e dendritos de neurônios, e alguns axônios espessos do sistema nervoso central e periférico. Outras células e tecidos não reagem.  Neste  tumor teratóide/rabdóide atípico (ATRT) marca células isoladas ou em pequenos grupos. Dada a especificidade de SMI-32 para neurônios, temos aqui mais uma evidência de diferenciação neuronal nas células deste raro tumor embrionário, que também marca para epitélios (EMA, AE1AE3), glia (GFAP, S-100), músculo liso (1A4).  A expressão polifenotípica é evidência de natureza primitiva e origem em células totipotentes. 
......
Agradecimentos.    Caso do Centro Infantil Boldrini, Campinas, SP, com especial reconhecimento ao pessoal do Laboratório de Patologia da instituição: Irineu Mantovanelli Neto, Aparecido Paulo de Moraes, Isabella Domingues Guize e Adriana Worschech.  Imunohistoquímica realizada no Laboratório de Pesquisa do Depto de Anatomia Patológica da FCM-UNICAMP, Campinas, SP, pela técnicas Ana Claudia Sparapani Piaza, Luzia Aparecida Magalhães Ribeiro Reis e Arethusa de Souza. 
....
Para mais imagens deste caso e texto: TC, RM HE Colorações especiais IH - antígenos epiteliais - EMA, AE1AE3
IH - antígenos gliais - GFAP, vimentina, S100 IH - antígenos neuronais - SNF, MAP2, SMI32 IH - 1A4, CD34 IH - INI1, Ki67, p53 IH - CD68, HAM56, CD3, CD20
......
Texto : tumor teratóide/rabdóide  atípico
Neuropatologia
- Graduação
Neuropatologia -
Estudos de casos
Neuroimagem
- Graduação
Neuroimagem - 
Estudos de Casos
Roteiro 
de aulas
Textos 
de apoio
Correlação 
Neuropatologia - Neuroimagem
Índice alfabético - Neuro Adições recentes Banco de imagens - Neuro Textos ilustrados Neuromuscular Patologia - outros aparelhos Pages in English
..
..