Xantoastrocitoma  pleomórfico temporal com acúmulo citoplasmático de glicogênio 2.  Macro, HE, colorações
..
Espécime. Grande massa neoplásica enviada em peça única, com cerca de 8 cm. no maior diâmetro, aderida por um istmo ao polo temporal.  Na foto à D, peça vista pelo verso. 
O tecido neoplásico era macio, esponjoso e de cor pardacenta. Ao corte, a parte central era esbranquiçada e mais compacta. 
O lobo temporal que acompanhava o tumor aos cortes mostrava córtex cerebral e substância branca normais. O limite com o tumor era preciso, aparentemente sem infiltração da margem. 
..
 
HISTOLOGIA - HE
..
Aspecto geral  do tumor.  .
Tecido neoplásico de linhagem
astrocitária, com células volumosas, em geral acentuadamente atípicas, dispostas em torno de eixos conjuntivo- vasculares tomando aspecto pseudopapilífero. 
    ..
Pleomorfismo  acentuado. Era certamente a feição mais chamativa deste exemplar.  Havia grande variação de tamanho e forma das células, núcleos enormes, pseudoinclusões bizarras, multinucleação.  Contudo, apesar de todas aberrações, não foram observadas figuras de mitose.  É esta desproporção entre o pleomorfismo do tumor e a quantidade de mitoses que deve levantar, na mente do patologista, a hipótese de xantoastrocitoma pleomórfico, e evitar o diagnóstico errôneo de glioblastoma multiforme. 
..
Atipias nucleares, pseudoinclusões.  Pseudoinclusões são lingüetas de citoplasma que se insinuam em dobras da membrana nuclear, criando a ilusão de material intranuclear.  Quanto mais irregular o núcleo, maior a chance de aparecerem pseudoinclusões. Em si, não têm maior significado.  Ver seu aspecto na imunohistoquímica para GFAP, VIM e em microscopia eletrônica
..
Depósitos citoplasmáticos.  Outra curiosa feição deste espécime foi o grande número de células com material acumulado em certa área do citoplasma, de aspecto mais claro e finamente granuloso, contorno arredondado e limites nítidos. Geralmente, havia apenas uma destas inclusões por célula, que deslocava o núcleo. Só poucas células tinham aspecto realmente xantomatoso. 
..
Vasos. 

O tumor era ricamente vascularizado, com muitos vasos anômalos. Havia vasos de parede hialinizada, espessada, com várias luzes, inclusive formações glomerulóides, e trombose. 

..
Necrose coagulativa. 

Uma pequena quantidade de focos de necrose coagulativa era observada no tumor, em descompasso com a intensidade do pleomorfismo celular. 

..
Aspecto gemistocítico.   Em áreas, o tumor tinha o aspecto clássico de um astrocitoma gemistocítico e lembrava o chamado astrocitoma subependimário de células gigantes da esclerose tuberosa.  Contudo, este diagnóstico está afastado em vista dos exames de imagem, que não mostravam relação do tumor com o sistema ventricular.  Além disso, a paciente não apresentava estigmas daquela doença. 
..
Delimitação entre o tumor e o cérebro. 

Como já notado na macroscopia, havia um limite nítido entre o tumor e o tecido nervoso vizinho. Não foi observada a infiltração em gradiente  característica dos astrocitomas difusos.  Isto é compatível com o bom prognóstico associado ao xantoastrocitoma. 

..
 
COLORAÇÕES  ESPECIAIS
..
Tricrômico de Masson. 

Cora colágeno em azul e as células tumorais num tom arroxeado a róseo.  Aqui, mostra áreas com feixes densos de colágeno, mas, na maior parte, o tumor era pobre em tecido fibroso, que estava restrito aos vasos e a poucas fibras delicadas entre as células. 

..
Reticulina. Como colágeno, era restrita aos vasos e seu entorno. Ocasionais áreas com fibras entre as células neoplásicas, mas de modo geral escassas. 
..
ORO. Coloração para gorduras neutras em cortes de congelação (aqui executada no material já fixado em formol, pois não dispúnhamos de material a fresco). Foi negativa nas células neoplásicas, positiva apenas em macrófagos (achado inespecífico, pois pode aparecer em qualquer tumor ou tecido lesado não neoplásico). Mostra que as células neoplásicas não armazenam lípide, o que confirmamos também por microscopia eletrônica.  Portanto, o termo xantoastrocitoma a rigor não é adequado para este espécime em particular, embora, do ponto de vista de entidade nosológica, enquadre-se bem dentro do conceito - tumor astrocitário em pessoa jovem, associado a epilepsia, superficial, sólido-cistico, captante, e com boa delimitação em relação ao cérebro, esperando-se bom prognóstico. 
..
PAS. 

Reação histoquímica para grupos açúcar, é utilizada para demonstração de glicogênio. Para este fim, usam-se como controles cortes pré-incubados com diastase (amilase salivar).  Se o material reativo desaparecer nos cortes pré-incubados, considera-se positivo para glicogênio. 

..
No presente caso, os depósitos intracitoplasmáticos foram fortemente positivos no PAS, indicando sua natureza glicídica.  A digestão do corte com saliva removeu o material, indicando tratar-se de glicogênio. Este é o primeiro caso de nossa experiência em que isso ocorre e não encontramos precedente na literatura.  O material acumulado lembra um pouco os assim chamados corpos amiláceos, substância acumulada em prolongamentos astrocitários e constituído por poliglucosan.  Contudo, corpos amiláceos não são digeridos por diastase. 
PAS sem diastase. Coloração de fundo por hematoxilina. 
..
PAS com diastase + hematoxilina.  Os depósitos citoplasmáticos não reagem mais após digestão pela amilase salivar. Raras células ainda estão positivas (ou a digestão não foi suficiente ou se trata de outro tipo de polímero). 
..
Caso do Hospital da Santa Casa de Limeira, gentilmente contribuído pelos Drs. Antonio Augusto Roth Vargas, Marcelo Senna Xavier de Lima e Paulo Roland Kaleff.
..
 Para mais imagens deste caso: TC IH ME
..
Características de imagem dos xantoastrocitomas Textos sobre xantoastrocitoma pleomórfico (1) (2) Xantoastrocitomas - mais casos: neuroimagemneuropatologia
..
Neuropatologia
- Graduação
Neuropatologia - 
Estudos de casos
Neuroimagem
- Graduação
Neuroimagem - 
Estudos de Casos
Roteiro 
de aulas
Textos 
de apoio
Correlação 
Neuropatologia - Neuroimagem
Índice alfabético - Neuro Adições recentes Banco de imagens - Neuro Textos ilustrados Neuromuscular Patologia - outros aparelhos Pages in English
..
..