Carcinoma do plexo coróide do  ventrículo  lateral  após quimioterapia. 
3.  IH para GFAP, EMA, CD56, CD34,  Ki67, p53
...
Fem. 3 a .   Clique para  TC, RM, macro, HE, Masson,   IHAE1AE3, vimentina, GFAP, EMA, CD56, CD34 Ki67, p53
..
GFAP.   Ao contrário de vimentina e citoqueratinas, GFAP foi negativo neste carcinoma de plexo coróide, apesar de ser positivo em astrócitos e células ependimárias. Há raras células positivas muito anômalas, mas é discutível se seriam neoplásicas. 
Ilhotas de tecido fortemente positivo com células em arranjo compacto provavelmente correspondem a tecido nervoso englobado pelo tumor.  Experiência com casos anteriores mostra que GFAP é de modo geral negativo em tumores do plexo coróide. Observamos positividade para GFAP em apenas um caso de papiloma e negatividade em papilomas e carcinomas (1)(2)(3)(4)(5)(6).  Em plexo coróide normal houve um caso positivo e dois negativos (1)(2). 
..
..
CD56. CD56 ou NCAM pertence a uma família de moléculas de adesão entre células neurais.  Aqui, confirma os achados com GFAP, mostrando ilhotas de células fortemente positivas, que em toda probabilidade correspondem a tecido nervoso englobado pelo tumor. Em algumas destas ilhotas observam-se células claramente neoplásicas incluídas na periferia da ilhota, denotando invasão do tecido nervoso pelo tumor. As células aberrantes GFAP positivas documentadas acima não foram vistas com CD56, falando a favor que sejam neoplásicas, pois expressam GFAP e não CD56.  Se fossem astrócitos pré-existentes, deveriam expressar também CD56, além de GFAP. 
..
..
EMA.  Antígeno epitelial de membrana foi observado em raras células do tumor. Na literatura (ver texto), EMA é habitualmente negativo em tumores do plexo coróide. 
..
..
CD34.    Mostra que o tumor é ricamente vascularizado, com capilares finos, sem proliferação endotelial. Comparar com HE e VIM
..
..
Ki-67.    Ki67 marca cerca de 3-5% dos núcleos, uma proporção pouco expressiva em tratando de um carcinoma do plexo coróide. Foram encontradas 3 mitoses, baseando-se no critério de que na célula em mitose o citoplasma fica um pouco positivo. Os tumores do plexo coróide são categorizados pela OMS, segundo o número de mitoses, em papilomas (até 2 mitoses por 10 campos de grande aumento), papilomas atípicos (entre 2 e 5), e carcinomas (acima de 5 mitoses). Assim, a rigor, o presente caso corresponderia a um papiloma (OMS grau I).   Contudo, a paciente foi submetida a quimioterapia intensiva e o tumor que examinamos não é mais o original. Comparação das RMs de 24/7/17 e 16/1/18 mostra redução considerável do componente sólido, com aumento  ex-vacuo do volume dos cistos. A QT deve ter reduzido fortemente a atividade proliferativa, atingindo justamente as células com maior potencial de multiplicação.  Eliminadas estas, restaram as menos agressivas, o que explicaria o Ki67 baixo e a pobreza de mitoses. 
..
..
p53.   p53 foi positivo em cerca de 10 a 15% das células neoplásicas.  É conhecida a positividade para p53 em carcinomas do plexo coróide (ver texto). 
....
Agradecimentos.    Caso do Centro Infantil Boldrini, Campinas, SP.   Preparações histopatológicas e imunohistoquímicas pelos membros do Laboratório de Patologia do Centro Boldrini - Aparecido Paulo de Moraes, Irineu Mantovanelli Neto e Adriana Worschech. 
.......
Para mais imagens deste caso:
TC, RM  Macro, HE Masson, IH - AE1AE3,  vimentina IH - EMA, CD56, CD34,  Ki67, p53
..........
Mais casos de tumores do plexo coróide: 
papiloma (imagem) (histologia); 
carcinoma (imagem) (histologia). 
Comparação entre 
papiloma e carcinoma do plexo coróide
Tumores do plexo coróide:
textos (1)(2), banco de imagens
Plexo coróide normal: 
(1) (2) (3)
....
Neuropatologia
- Graduação
Neuropatologia -
Estudos de casos
Neuroimagem
- Graduação
Neuroimagem - 
Estudos de Casos
Roteiro 
de aulas
Textos 
de apoio
Correlação 
Neuropatologia - Neuroimagem
Índice alfabético - Neuro Adições recentes Banco de imagens - Neuro Textos ilustrados Neuromuscular Patologia - outros aparelhos Pages in English
..
..