Tumor  teratóide/rabdóide  atípico.  6.  1A4, CD34
...
Masc. 1 a 1 m.   Clique para TC, RM, destaques da HE e colorações especiais, destaques da IH, HE, tricrômico de Masson, reticulina, EMA, AE1AE3, GFAP, VIM, S-100, SNF, MAP2, SMI-32, 1A4, CD34, INI1, Ki67, p53, CD68, HAM-56, CD3, CD20Texto sobre  ATRT.
...
1A4.    O anticorpo monoclonal 1A4 demonstra actina de músculo liso.  O controle interno da reação é dado pelos vasos, onde as células musculares lisas reagem.  Neste tumor teratóide/rabdóide atípico (ATRT), é notável a extensa positividade para este antígeno de fibras musculares, portanto, de linhagem conjuntiva, o que documenta a capacidade de expressão antigênica múltipla desta neoplasia primitiva.  Como com outros antígenos pesquisados, há áreas fortemente positivas que transicionam para outras quase totalmente negativas. 
..
1A4. Positividade em células maiores.   A positividade é mais forte na periferia das células rabdóides. O corpúsculo rabdóide em si é negativo. 
..
1A4. Variabilidade na marcação.   Células marcadas e não marcadas lado a lado. 
..
1A4. Negatividade em células menores (indiferenciadas).   Como com outros antígenos pesquisados, células pequenas com escasso citoplasma (que tentativamente interpretamos como indiferenciadas) são negativas. 
..
1A4.  Vasos.   Positividade em células musculares lisas são o controle interno positivo da reação. 
..
..
CD34. Células neoplásicas, vasos.   CD34 é um antígeno oncofetal expressado na fase inicial do desenvolvimento (para textos , ocorrência em tumores associados a epilepsia e em tumor fibroso solitário / hemangiopericitoma, clique).  Sendo uma proteína fetal, não causa surpresa seu encontro em uma neoplasia primitiva como o tumor teratóide/rabdóide atípico.  Aqui observamos positividade em parte das células neoplásicas e também a expressão habitual em vasos. 
..
CD34. Positividade em células neoplásicas.   A marcação é geralmente em padrão membrana, contornando os limites celulares. Em algumas células parece também ocorrer no citoplasma. As células marcadas podem estar em grupos ou esparsas.  Há áreas totalmente negativas, inclusive as com células indiferenciadas. 
..
CD34. Vasos.   Em áreas sem positividade nas células neoplásicas, CD34 documenta a rica vascularização do tumor, constituída por finos capilares próximos entre si e regularmente espaçados. 
........
Agradecimentos.    Caso do Centro Infantil Boldrini, Campinas, SP, com especial reconhecimento ao pessoal do Laboratório de Patologia da instituição: Irineu Mantovanelli Neto, Aparecido Paulo de Moraes, Isabella Domingues Guize e Adriana Worschech.  Preparados imunohistoquímicos realizados em colaboração no Laboratório de Patologia do Centro Boldrini e  no Laboratório de Pesquisa do Depto de Anatomia Patológica da FCM-UNICAMP, Campinas, SP, pela técnicas Ana Claudia Sparapani Piaza, Luzia Aparecida Magalhães Ribeiro Reis e Arethusa de Souza. 
....
Para mais imagens deste caso e texto: TC, RM HE Colorações especiais IH - antígenos epiteliais - EMA, AE1AE3
IH - antígenos gliais - GFAP, vimentina, S100 IH - antígenos neuronais - SNF, MAP2, SMI32 IH - 1A4, CD34 IH - INI1, Ki67, p53 IH - CD68, HAM56, CD3, CD20
......
Texto : tumor teratóide/rabdóide  atípico
Neuropatologia
- Graduação
Neuropatologia -
Estudos de casos
Neuroimagem
- Graduação
Neuroimagem - 
Estudos de Casos
Roteiro 
de aulas
Textos 
de apoio
Correlação 
Neuropatologia - Neuroimagem
Índice alfabético - Neuro Adições recentes Banco de imagens - Neuro Textos ilustrados Neuromuscular Patologia - outros aparelhos Pages in English
..
..