Meningioma anaplásico e de células claras
em fossa posterior 
..
Fem. 20 a.  Há 2 meses perda súbita de visão em olho esquerdo (embaçamento) e formigamento em hemiface esquerda. Estrabismo divergente. Diminuição acentuada de sensibilidade no ramo oftálmico do nervo trigêmeo, edema e desepitelização da córnea esquerda por úlcera neurotrófica. Acuidade visual em olho esquerdo conta dedos a 2 metros.  Olho direito normal. Leve exoftalmo de olho esquerdo.  Paralisia do III par à esquerda, com ptose palpebral. Pupilas anisocóricas, com pupila esquerda midriática, mediofixa, não fotorreagente. Pupila direita miótica, fotorreagente, com reflexo fotomotor direto e consensual preservados.   Também :  cefaléia fronto-parietal pulsátil, sem melhora à medicação, com episódios de vertigem rotatória ('mundo girando'), diplopia vertical, fono- e fotofobia, e vômitos precedidos ou não de náuseas.  Clique para ressonância magnética:  destaques dos exames de 26/9/14 e 1/12/14, TC de 1/12/14;  detalhes das RMs de 26/9/14 e 1/12/14, TC de 1/12/14

Clique para espécime macro, HE do componente anaplásico e do de células claras, tricrômico de Masson, reticulina, PAS sem e com diastase, imunohistoquímica para EMA, VIM, S-100, CD57, 1A4, HHF-35, CD34, Ki-67 e p53.

..
RESSONÂNCIA  MAGNÉTICA,  COMPARAÇÃO  DE  DUAS  DATAS  (65 dias).  Os exames mostram volumoso tumor extraaxial, sólido com pequenos cistos, estendendo-se do foramen magno à cisterna perimesencefálica esquerda, ocupando a face anterior do tronco cerebral e envolvendo as artérias vertebrais,  basilar e carótida interna esquerda. Causa considerável deformidade do mesencéfalo e obliteração do seio cavernoso esquerdo.  Entre o primeiro e o segundo exames, a lesão expandiu-se superiormente, elevando os núcleos da base e deformando o ventrículo lateral à esquerda.  Apresenta isossinal à substância cinzenta em T1 e T2 e impregna-se por contraste de forma intensa e heterogênea.  Clique nas datas para os destaques de cada exame. 
AXIAIS,  T1 T2 CORONAIS, T1C
26/9
1/12
CORONAIS, T2 SAGITAIS, T1 T1C
26/9
1/12
....
RESSONÂNCIA  MAGNÉTICA, 26/9/14. Melhores cortes, axiais,  T1 SEM CONTRASTE
T2 FLAIR T1 COM CONTRASTE
FIESTA
CORONAIS, T2 T1 COM CONTRASTE SAGITAL, T1 SEM CONTRASTE
Mais imagens deste  exame
....
RESSONÂNCIA  MAGNÉTICA, 1/12/14.  Melhores cortes, AXIAIS, T2
FLAIR
T1 SEM CONTRASTE T1 COM CONTRASTE T2
CORONAIS, T1 IR T1 COM CONTRASTE T2
SAGITAIS, T1 SEM CONTRASTE T1 COM CONTRASTE
Mais imagens deste  exame
..
TOMOGRAFIA  COMPUTADORIZADA, 1/12/2014, sem contraste, melhores cortes.  AXIAIS.   Massa expansiva extraaxial, sólida e heterogênea, espontaneamente hiperdensa, com realce heterogêneo por contraste. Mede 5,7 x 4,8 x 4,4 cm, situada anteriormente ao tronco cerebral, ocupa foramen magno, cisternas pré-bulbar, pré-pontina e perimesencefálica à esquerda, e região pré-clival, estendendo-se à região supraselar esquerda. É compressiva sobre o  tronco cerebral, deslocando-o posteriormente, e sobre o lobo temporal esquerdo. Mantém contato com a as artérias vertebrais, maior à esquerda, artéria basilar e carótida interna esquerda. Comprime o IV ventrículo e desloca o III ventrículo à direita.  Hidrocefalia supratentorial com apagamento de sulcos na alta convexidade fronto-parietal.  Há sinais de remodelação da parede posterior do clivus e parede lateral do seio esfenoidal esquerdo. 
CORONAIS SAGITAIS
Mais imagens deste  exame
..
 
EXAMES  EM  DETALHE
..
RESSONÂNCIA  MAGNÉTICA, 26/9/14 
..
CORTES  AXIAIS,  T1 SEM CONTRASTE
..
T1 COM CONTRASTE
..
T2
..
FLAIR
..
FIESTA
..
CORTES CORONAIS, T1 COM CONTRASTE
..
T2
..
CORTES SAGITAIS, T1 SEM CONTRASTE
..
T1 COM CONTRASTE
..
..
RESSONÂNCIA  MAGNÉTICA, 1/12/14 
..
CORTES  AXIAIS,  T1 SEM CONTRASTE
..
T1 COM CONTRASTE
..
T2
..
FLAIR
..
CORTES  CORONAIS,  T1 IR 
..
T1 COM CONTRASTE
..
T2
..
CORTES SAGITAIS, T1 SEM CONTRASTE
..
T1 COM CONTRASTE
..
..
TOMOGRAFIA  COMPUTADORIZADA   1/12/2014
..
Axial, sem contraste
..
Coronal, sem contraste 
..
Sagital, sem contraste 
.....
Mais imagens deste caso:
TC, RM  Macro, HE, componente anaplásico HE, componente de células claras Tricrômico de Masson
Reticulina, PAS IH :  EMA,  VIM IH : S-100, CD57, 1A4, HHF-35 IH : CD34, Ki-67, P53
....
Mais sobre meningiomas:  Textos  didáticos ilustrados :
Texto básico
Imagem
Macro
Micro
Imunohistoquímica
Microscopia eletrônica
Meningiomas grau I
Meningiomas graus II e III
..
Banco de imagens  Neuroimagem: meningiomas por topografia Neuroimagem :  casos Neuropatologia :  casos
Meningiomas mais raros: microcístico
(1) (2)
angiomatoso
(1) (2) (3)
secretor
(1) (2) (3) (4)
rico em linfócitos
e plasmócitos
com metaplasia adiposa 
(1) (2) (3)
xantomatoso
(1) (2)
atípico
(1) (2) (3)
com infiltração 
cerebral (1) (2)
cordóide
(1) (2) (3)
células claras
(1) (2)
rabdóide papilífero . com paliçadas
simulando schwannoma
com invasão óssea, hiperostose 
 (1) (2) (3) (4)
Meningiomas, microscopia eletrônica: meningotelial, transicional secretor
(1) (2) (3)
metaplásico - lipidizado xantomatoso, angiomatoso xantomatoso, angiomatoso, microcístico células claras 
(1) (2)
cordóide rabdóide
..
Neuropatologia
- Graduação
Neuropatologia - 
Estudos de casos
Neuroimagem
- Graduação
Neuroimagem - 
Estudos de Casos
Roteiro 
de aulas
Textos 
de apoio
Correlação
Neuropatologia - Neuroimagem
Índice alfabético - Neuro Adições recentes Banco de imagens - Neuro Textos ilustrados Neuromuscular Patologia - outros aparelhos Pages in English
..
VOLTA À PÁGINA ÍNDICE
..