Astrocitoma pilocítico de nervo óptico
..
Masc.  11 a. 
Desde 10/1998, então com 11 anos, perda da acuidade visual OE, leve proptose. Exame de fundo de olho elevação do nervo óptico, vasos dilatados e tortuosos, reflexo fotomotor diminuído, proptose e deslocamento do eixo para fora. 
TC 1/99 massa em topografia de N. óptico E. RM 3/99 massa bilobada, sólida em N. óptico E, comprometendo porção intra e extraorbitária e estendendo-se ao quiasma. 
Operado pela primeira vez em 24/8/99. 
Em 2003 - amaurótico E.  Aumento acentuado da lesão, acometendo quiasma. Reabordagem cirúrgica, com diagnóstico anátomo-patológico de astrocitoma pilocítico com abundantes fibras de Rosenthal e pequenas áreas com degeneração microcística.  Ki-67 em menos de 2% dos núcleos. 
Fez radio- e quimioterapia com grande melhora do componente intracraniano. Último controle em 2006 - escasso tumor residual. 
..
 
RESSONÂNCIA  MAGNÉTICA, 24/3/1999 
....
Massa bilobada, sólida, em N. óptico E, comprometendo sua porção intraorbitária e estendendo-se até o foramen óptico. Quiasma óptico sem tumor.  O tumor é hipointenso em T1, hiperintenso em T2 (caráter hidratado) e impregna-se fortemente por contraste. O globo ocular E está levemente projetado para frente (proptose).  As imagens são tomadas com supressão da radiofreqüência da gordura para destacar o tumor, especialmente no T1 com contraste (de outra forma, o brilho do tecido adiposo da órbita dificultaria a delimitação da massa neoplásica).  Notar que há impregnação dos músculos oculares extrínsecos por contraste (achado normal, sendo este o único tipo de músculo que se impregna).
..
CORTES  AXIAIS. Obs.  Todas seqüências com supressão do sinal da gordura. 
T1 SEM CONTRASTE T1 COM CONTRASTE T2
..
CORTES  CORONAIS, T1 COM CONTRASTE, com supressão da gordura
..
 
RESSONÂNCIA  MAGNÉTICA, 15/4/2003
..
Houve considerável crescimento da massa tumoral intraorbitária. O tumor ultrapassou o foramen óptico e há agora um componente intracraniano acometendo o quiasma óptico. 
..
CORTES  AXIAIS,  T1 COM CONTRASTE, com supressão da gordura
....
T1 SEM CONTRASTE
..
T2
..
CORTES  CORONAIS, T1 COM CONTRASTE.  Tumor sofre constrição ao passar pelo foramen óptico (7º corte) e se expande novamente ao nível do quiasma (último corte). 
..
..
..
CORTES  SAGITAIS, T1 COM CONTRASTE,  sem supressão da gordura
...
Mais sobre astrocitomas pilocíticos: 
Na graduação Texto ilustrado Características de imagem Glioma de nervo óptico Microscopia eletrônica (1) (2)
..
Neurofibromatose:  Banco de imagens, textos: NF1, NF2, caso histopatológico
..
Neuropatologia
- Graduação
Neuropatologia - 
Estudos de casos
Neuroimagem
- Graduação
Neuroimagem - 
Estudos de Casos
Roteiro 
de aulas
Textos 
de apoio
Correlação 
Neuropatologia - Neuroimagem
Índice alfabético - Neuro Adições recentes Banco de imagens - Neuro Textos ilustrados Neuromuscular Patologia - outros aparelhos Pages in English
..
..