Glioma maligno multifocal  (3 lesões) 
..
Masc. 55 a.   Crise convulsiva e hemiparesia direita. 
Cirurgia em janeiro de 2010 optou-se por biopsiar lesão frontal direita aspecto de encéfalo normal, mas consistência mais endurecida.  Hipótese diagnóstica glioma multifocal.   Na microscopia, compatível com astrocitoma difuso, com atipias. Não foram vistas mitoses, proliferação  endotelial ou necrose. Havia áreas com corpos hialinos granulosos. 
Em abril de 2010, biópsia da lesão profunda periventricular esquerda.  Na microscopia, aspecto semelhante ao da biópsia anterior, com padrão fibrilar, atipias, sem proliferação  vascular, necrose ou mitoses.  Também foi diagnosticado como astrocitoma de baixo grau nesta amostra, mas exames de imagem indicam grau mais alto (provavelmente as amostras não atingiram as regiões mais malignas das lesões). 
....
RESSONÂNCIA  MAGNÉTICA,  12/12/2009.  T1 COM CONTRASTE, 3 planos ortogonais. 
Observam-se três lesões cerebrais aparentemente independentes, isto é, sem comunicação entre elas demonstrável nos exames de imagem. A maior (#2) encontra-se no ângulo do ventrículo lateral esquerdo, ao nível dos núcleos da base e tálamo. A parte que se impregna por contraste tem contorno irregular, emitindo projeções que, dependendo do plano de corte, podem parecer lesões separadas. Há outra no lobo temporal mesial ipsilateral, ao nível do pé do hipocampo. Esta poderia ter-se originado da #2 por migração das células neoplásicas ao longo do fórnix.  A terceira (#3) é observada no lobo frontal direito, e hipoteticamente pode ter derivado de progressão de células via corpo caloso também a partir da lesão #2. 
..
Mais imagens deste exame. (links)
..
Evolução da lesão frontal em 40 dias.  Na RM de 30/10/09 a lesão frontal direita já era demonstrável em T2 e FLAIR como área de hipersinal. Contudo, não se impregnava por contraste, e sua visualização em T1 era sutil. No segundo exame de 12/12/09, apenas 40 dias após, apareceram múltiplos pequenos focos de impregnação na lesão, compatíveis com proliferação vascular e perda de barreira hemoencefálica.  Ver também estudo com perfusão, abaixo. 
30/10/2009  12/12/2009
T2 T1 COM CONTRASTE
Mais imagens destes exames:  30/10/2009   12/12/2009  (links)
..
T1 COM CONTRASTE PERFUSÃO
PERFUSÃO. 

Estudo indica o fluxo sanguíneo por unidade de área. No caso, a lesão #2 mostra que o halo periférico, que se impregna por contraste, é mais rico em tons vermelhos e amarelos, que indicam hiperfluxo. O centro necrótico aparece em azul (hipofluxo) ou negro (ausência de fluxo). 

T2 .
A lesão #3, vista como área de hipersinal em T2,  mostra hiperfluxo na perfusão (predomínio de vermelhos e amarelos). 
......
ESPECTROS-
COPIA. 

O grande pico em 3,2 ppm representa elevação de colina, devida ao alto turnover das membranas das células neoplásicas. Para mais sobre espectroscopia de prótons em outros casos, clique. (acertar link para espectro)

..
Mesmas lesões, TC com contraste. Comparação  de duas datas.  No intervalo de 45 dias, houve aumento de tamanho e na intensidade de impregnação da lesão centroencefálica esquerda, que passou a não se impregnar mais em seu centro (compatível com necrose central).  A lesão da substância branca frontal direita, que era sutil no primeiro exame tornou-se nítida e captante no segundo.  A lesão temporal esquerda manteve o volume mas passou a impregnar-se mais forte (sugere mais proliferação endotelial com perda de barreira hemoencefálica). 
15/10
/09
2/12
/09
Mais imagens destes exames.  15/10/2009   2/12/2009  (links)
..
..
EXAMES  EM  DETALHE
..
TOMOGRAFIA  COMPUTADORIZADA, 15/10/2009
..
Sem contraste 
..
Com contraste 
..
..
TOMOGRAFIA  COMPUTADORIZADA,  2/12/2009
..
Sem contraste 
..
Com contraste 
..
Com contraste, coronal 
..
Com contraste, sagital 
..
..
RESSONÂNCIA  MAGNÉTICA,  30/10/2009 
....
T1 SEM CONTRASTE
..
T1 COM CONTRASTE
..
T2
..
FLAIR
..
DIFUSÃO
..
PERFUSÃO. 
..
 
COMPARAÇÃO
T1 COM CONTRASTE PERFUSÃO
..
CORTES  CORONAIS, T2
..
SAGITAIS,  T1 SEM CONTRASTE
....
MEDIDAS
..
..
RESSONÂNCIA  MAGNÉTICA,  12/12/2009 
..
AXIAIS, T1 COM CONTRASTE
..
T1 COM CONTRASTE, DETALHES 
..
CORONAIS, T1 COM CONTRASTE
..
SAGITAIS, T1 COM CONTRASTE
...
Caso do ano de 2010, do Serviço de Neurocirurgia do Hospital Centro Médico de Campinas, enviado e gentilmente contribuído pelos Drs. Antonio Augusto Roth Vargas, Marcelo Senna Xavier de Lima, Paulo Roland Kaleff e residentes. 
......
Glioblastoma multiforme multifocal - 12 casos.   Página de  resumo  Texto
M. 67 a.  Glioblastoma multiforme multifocal. 
6 lesões
M. 73 a.  4 lesões F. 75 a.  4 lesões M. 49 a.  4 lesões
M. 55 a.  3 lesões M. 59 a.  3 lesões  F. 70 a.  3 lesões F. 71 a.  2 lesões
M. 55 a.  2 lesões M. 48 a.  2 lesões M. 55 a.  2 lesões F. 56 a.  2 lesões
..
Este assunto na graduação Características de imagem dos glioblastomas Textos : Glioblastoma de células gigantes Glioblastoma multiforme da pineal
....
Neuropatologia
- Graduação
Neuropatologia - 
Estudos de casos
Neuroimagem
- Graduação
Neuroimagem - 
Estudos de Casos
Roteiro 
de aulas
Textos 
de apoio
Correlação 
Neuropatologia - Neuroimagem
Índice alfabético - Neuro Adições recentes Banco de imagens - Neuro Textos ilustrados Neuromuscular Patologia - outros aparelhos Pages in English
..
..