Departamento de Anatomia Patológica

Patologia Ginecológica

         Os casos clínicos contidos neste site são fruto das reuniões semanais da Prof. Dra. Liliana De Angelo Andrade com os residentes do Departamento de Anatomia Patológica. O objetivo do site é difundir o conhecimento sobre o assunto ajudando estudantes, residentes e profissionais a manterem-se constantemente atualizados.



1 Caso 55: 31 anos com tumor pélvico de 10 cm de diâmetro.


Figura 1



Figura 2



Figura 3



Figura 4



Figura 5


Descrição microscópica: neoplasia sólida constituída por tecido fibroso em feixes com áreas densas entremeadas por áreas mais frouxas (Fig. 1, 2) e outras que exibem fibras colágenas espessas semelhantes ao quelóide (Fig. 3, 4, 5). Não se observam mitoses e nem atipias.

Diagnóstico: Fibromatose pélvica intra-abdominal ouTumor desmóide intra-abdominal

Comentário: Fibromatose desmóide pode ser encontrada na parede abdominal ou intra-abdominal, acometendo principalmente mulheres, relacionando-se freqüentemente a cicatriz de cirurgias prévias, como a cesárea nos casos localizados na parede abdominal. Quando o tumor é da cavidade abdominal pode crescer muito e obstruir órgãos ocos. É localmente agressivo, com tendência a recorrência local.