Página Inicial
Contato

 Busca

+ Palavras Chave:
   
  colo uterino
  corpo uterino
  endométrio
  ovário
  pelve
  peri-anal
  vagina
  vulva
  tuba
 

 Links

 
 


 
 



 

      Os casos clínicos contidos neste site são fruto das reuniões semanais da Prof. Dra. Liliana De Angelo Andrade com os residentes do Departamento de Anatomia Patológica. O objetivo do site é difundir o conhecimento sobre o assunto ajudando estudantes, residentes e profissionais a manterem-se constantemente atualizados.

 

Caso 147: B-10746/00: 50 anos com lesão no colo uterino.


Figura 1




Figura 2




Figura 3




Figura 4




Figura 5




Figura 6



Descrição microscópica: proliferação epitelial neoplásica constituída por células atípicas com citoplasma amplo e claro (Fig. 1, 2), em arranjo sólido, glandular ou papilífero, com hastes hialinizadas (Fig. 3). As atipias nucleares são marcadas (Fig. 4,5,6), porém as figuras de mitose não são numerosas.

Diagnóstico: Adenocarcinoma de células claras no colo uterino

Comentário: O tipo histológico de adenocarcinoma de células claras não é comum no colo uterino. Apenas a presença de células claras não faz o diagnóstico, pois outros tumores também podem apresentar citoplasma claro. O conjunto de aspectos morfológicos e arquiteturais auxiliam o diagnóstico. Frente a uma lesão no colo uterino, é sempre necessário afastar possibilidade de neoplasia primária do endométrio, envolvendo o canal cervical.
Contador de visitantes:
website stats
Departamento de Anatomia Patológica
Faculdade de Ciências Médicas