Página Inicial
Contato

 Busca

+ Palavras Chave:
   
  colo uterino
  corpo uterino
  endométrio
  ovário
 

 Links

 
 


 
 



 

      Os casos clínicos contidos neste site são fruto das reuniões semanais da Prof. Dra. Liliana De Angelo Andrade com os residentes do Departamento de Anatomia Patológica. O objetivo do site é difundir o conhecimento sobre o assunto ajudando estudantes, residentes e profissionais a manterem-se constantemente atualizados.

 

Caso 140: 40 anos, sangramento irregular com lesão polipóide na parede posterior do endométrio. Faz uso de Depoprovera há 9 anos.


Figura 1




Figura 2




Figura 3




Figura 4




Figura 5




Figura 6



Descrição microscópica: lesão polipoide (Fig.1) constituída principalmente de estroma endometrial e poucas glândulas hipotróficas (Fig. 2, 3). O estroma mostra áreas mais edematosas, decidualizadas (Fig. 4), ao lado de outras áreas com aspecto mais celular e fusiforme (Fig.5, 6).

Diagnóstico: Pólipo da mucosa endometrial com estroma abundante e fusocelular, secundário ao uso prolongado de progestógenos.

Comentário: O uso prolongado de progesterona e seus derivados leva a atrofia da mucosa endometrial, com glândulas escassas e pequenas. O estroma, em uma primeira fase sofre transformação decidual, porém, com o passar do tempo, vai se tornando fusiforme com células alongadas, podendo até ser confundido com sarcoma. Entretanto, mitoses ou atipias não são observadas.
Contador de visitantes:
website stats
Departamento de Anatomia Patológica
Faculdade de Ciências Médicas
images/logos/