Página Inicial
Contato

 Busca

+ Palavras Chave:
   
  colo uterino
  corpo uterino
  endométrio
  ovário
 

 Links

 
 


 
 



 

      Os casos clínicos contidos neste site são fruto das reuniões semanais da Prof. Dra. Liliana De Angelo Andrade com os residentes do Departamento de Anatomia Patológica. O objetivo do site é difundir o conhecimento sobre o assunto ajudando estudantes, residentes e profissionais a manterem-se constantemente atualizados.

 

Caso 122: 52 anos, tumor de ovário Direito, medindo 30X25X9 cm, recebido roto. Acompanham nódulos mucinosos em omento e apêndice cecal dilatado, medindo 5,0x3,0x2,5cm, contendo muco na luz.


Figura 1




Figura 2




Figura 3




Figura 4




Figura 5




Figura 6




Figura 7


Descrição microscópica: parede do cisto de ovário revestida por epitélio mucinoso bem diferenciado, em áreas estratificado e com atipia celular leve (Fig.1). Notam-se vários focos de dissecção do estroma ovariano por material mucinoso acelular (pseudomixoma ovarii) (Fig. 2, 3). No omento, os nódulos são constituídos por abundante material mucinoso acelular ou com raras células mucinosas de permeio, que levam a processo inflamatório reacional (Adenomucinose peritoneal) (Fig. 4, 5). O apêndice cecal apresenta-se dilatado, mostra epitélio estratificado, com leva atipia e figuras de mitose (Fig. 6); tem conteúdo mucinoso na luz, que focalmente também disseca sua parede, atingido a submucosa (Fig.7).

Diagnóstico: Neoplasia mucinosa de baixo grau do apêndice cecal associado a Adenomucinose peritoneal; Metástase de neoplasia mucinosa de baixo grau do apêndice cecal para o ovário direito.

Comentário: o quadro corresponde clinicamente ao Pseudomixoma do peritônio, entidade pouco comum caracterizada por ascite mucinosa, mais frequentemente associada à neoplasia do apêndice cecal. Segundo a classificação da OMS de 2010, qualquer proliferação mucinosa do apêndice cecal que ultrapasse a muscular da mucosa deve ser considerada carcinoma, que pode ser de alto ou de baixo grau, como no presente caso. O ovário é acometido secundariamente e pode ser a primeira manifestação da doença, podendo estar envolvido uni ou bilateralmente. O quadro histológico do ovário é de tumor mucinoso muito bem diferenciado, semelhante ao do apêndice cecal. A presença de muco dissecando o estroma ovariano é um dado morfológico importante para se pensar em metástase no ovário e é denominada de pseudomixoma do ovário.
Contador de visitantes:
website stats
Departamento de Anatomia Patológica
Faculdade de Ciências Médicas
images/logos/