Página Inicial
Contato

 Busca

+ Palavras Chave:
   
  colo uterino
  corpo uterino
  endométrio
  ovário
 

 Links

 
 


 
 



 

      Os casos clínicos contidos neste site são fruto das reuniões semanais da Prof. Dra. Liliana De Angelo Andrade com os residentes do Departamento de Anatomia Patológica. O objetivo do site é difundir o conhecimento sobre o assunto ajudando estudantes, residentes e profissionais a manterem-se constantemente atualizados.

 

Caso 121: 31 anos, tumor sólido, branco-amarelado, com 7x5 cm, em ovário esquerdo. Achado em cesárea. (Caso gentilmente enviado pelo Dr. Marcelo Mota, patologista de Mogi-Guaçu, SP)


Figura 1




Figura 2




Figura 3




Figura 4




Figura 5




Figura 6




Figura 7



Descrição microscópica: notam-se 2 aspectos na Fig.1: na parte superior observa-se o corpo lúteo gestacional, com células de citoplasma amplo e eosinófilo; logo abaixo vemos o nódulo neoplásico, constituído por áreas de fibrose e por agrupamentos de células do estroma gonadal. Na Fig.2, detalhe do corpo lúteo gestacional em maior aumento. Nas figuras 3, 4, 5 e 6 observam-se diferentes aspectos da neoplasia, que tem caráter sólido, áreas mais celulares, com citoplasma vacuolado, ao lado de áreas fibrosas com muito colágeno. Chama a atenção a vascularização delicada, com vasos finos e ramificados, semelhantes ao hemangiopericitoma. Na Fig.7, área do parênquima ovariano adjacente à neoplasia, mostrando foco de hipertecose nodular, relacionada à gravidez.

Diagnóstico: Tumor estromal esclerosante do ovário, associado a corpo lúteo gestacional e a hipertecose nodular do estroma ovariano (secundária à gestação) .

Comentário: O tumor estromal esclerosante ocorre em mulheres jovens, nas primeiras 3 décadas da vida e é clinicamente benigno. São sólidos, branco-amarelados e podem mostrar aspecto lobulado e com áreas de edema. Apresentam padrão pseudo-lobular, com áreas mais celulares ao lado de áreas com acentuada fibrose ou edema. As células podem ter o citoplasma claro ou com aspecto luteinizado e expressam calretinina e inibina. No presente caso, as alterações da gestação complementam o quadro.
Contador de visitantes:
website stats
Departamento de Anatomia Patológica
Faculdade de Ciências Médicas
images/logos/