Página Inicial
Contato

 Busca

+ Palavras Chave:
   
  colo uterino
  corpo uterino
  endométrio
  ovário
 

 Links

 
 


 
 



 

      Os casos clínicos contidos neste site são fruto das reuniões semanais da Prof. Dra. Liliana De Angelo Andrade com os residentes do Departamento de Anatomia Patológica. O objetivo do site é difundir o conhecimento sobre o assunto ajudando estudantes, residentes e profissionais a manterem-se constantemente atualizados.

 

Caso 115: 64 anos, citologia alterada e espessamento endometrial. Submetida a cone de colo uterino e ressecção de pólipo endometrial.


Figura 1




Figura 2




Figura 3




Figura 4




Figura 5




Figura 6



Descrição microscópica: Cone do colo apresentado glândulas revestidas por epitélio atípico, com núcleos volumosos, proeminentes, hipercorados, infiltrando o estroma do colo uterino (Fig. 1, 2, 3) e focalmente com êmbolos carcinomatosos (Fig. 4). O material da cavidade endometrial é um pólipo com glândulas atípicas, com as mesmas características das glândulas observadas no colo uterino (Fig. 5, 6).

Diagnóstico: Adenocarcinoma seroso do endométrio em pólipo endometrial. Infiltração do colo uterino pelo adenocarcinoma seroso do endométrio, com êmbolos carcinomatosos.

Comentário: o adenocarcinoma seroso primário do colo uterino é tipo histológico raro, devendo sempre ser afastada a possibilidade de metástase de carcinoma endometrial para o colo. É tipo histológico agressivo, geralmente em estádio avançado ao diagnóstico e que frequentemente apresenta êmbolos carcinomatosos./>
Contador de visitantes:
website stats
Departamento de Anatomia Patológica
Faculdade de Ciências Médicas
images/logos/