Página Inicial
Contato

 Busca

+ Palavras Chave:
   
  colo uterino
  corpo uterino
  endométrio
  ovário
 

 Links

 
 


 
 



 

      Os casos clínicos contidos neste site são fruto das reuniões semanais da Prof. Dra. Liliana De Angelo Andrade com os residentes do Departamento de Anatomia Patológica. O objetivo do site é difundir o conhecimento sobre o assunto ajudando estudantes, residentes e profissionais a manterem-se constantemente atualizados.

 

Caso 103: 71 anos, com sangramento pós-menopausa e espessamento da linha endometrial, com 12 mm. Foi submetida à histerectomia.


Figura 1




Figura 2




Figura 3




Figura 4




Figura 5



Descrição microscópica: lesão polipóide na cavidade endometrial (Fig.1, 2), constituída por proliferação epitelial em arranjo glandular e papilífero, restrita ao endométrio, com células de citoplasma amplo e claro, exibindo núcleos atípicos e proeminentes do tipo“hobnail” (Fig. 3, 5). Focalmente as papilas apresentam estroma eosinófilo, hialinizado (Fig. 4).

Diagnóstico: Carcinoma de células claras do endométrio.

Comentário:o carcinoma de células claras corresponde a cerca de 3% dos carcinomas do endométrio. Apresenta vários aspectos arquiteturais como túbulo-cístico, sólido e papilífero e a hialinização estromal da papilas é característica. O comportamento clínico é geralmente mais agressivo do que os carcinomas endometrióides no mesmo estádio clínico.
Contador de visitantes:
website stats
Departamento de Anatomia Patológica
Faculdade de Ciências Médicas
images/logos/