Página Inicial
Contato

 Busca

+ Palavras Chave:
   
  colo uterino
  corpo uterino
  endométrio
  ovário
 

 Links

 
 


 
 



 

      Os casos clínicos contidos neste site são fruto das reuniões semanais da Prof. Dra. Liliana De Angelo Andrade com os residentes do Departamento de Anatomia Patológica. O objetivo do site é difundir o conhecimento sobre o assunto ajudando estudantes, residentes e profissionais a manterem-se constantemente atualizados.

 

Caso 95: 23 anos, com lesão elevada no colo uterino.


Figura 1




Figura 2




Figura 3




Figura 4




Figura 5




Figura 6



Descrição microscópica: lesão papilífera (Fig. 1) constituída por células de epitélio escamoso metaplásico (Fig. 2), com metaplasia escamosa imatura, com atipia celular leve e desarranjo arquitetural (Fig. 3, 4 e 5). Apenas focalmente, nas áreas de epitélio escamoso maduro, são observadas as atipias coilocitóticas (Fig. 6)

Diagnóstico: Neoplasia intraepitelial cervical de grau 1, NIC 1, variante conhecida como metaplasia escamosa imatura papilífera, papiloma escamoso ou condiloma imaturo.

Comentário: Nesta lesão, como o epitélio escamoso metaplásico é imaturo, não são observadas muitas atipias coilocitóticas características das lesões de NIC1. Para haver o fenótipo de coilócito, a maturação do queratinócito deve ser completa. As células que revestem as papilas são escamosas imaturas e podem ser confundidas com lesão de alto grau. A maioria dos casos se relaciona à infecção pelo HPV de tipos 6 e 11. É considerada uma variante morfológica da lesão de NIC1 ou de baixo grau.
Contador de visitantes:
website stats
Departamento de Anatomia Patológica
Faculdade de Ciências Médicas
images/logos/