Página Inicial
Contato

 Busca

+ Palavras Chave:
   
  colo uterino
  corpo uterino
  endométrio
  ovário
 

 Links

 
 


 
 



 

      Os casos clínicos contidos neste site são fruto das reuniões semanais da Prof. Dra. Liliana De Angelo Andrade com os residentes do Departamento de Anatomia Patológica. O objetivo do site é difundir o conhecimento sobre o assunto ajudando estudantes, residentes e profissionais a manterem-se constantemente atualizados.

 

Caso 62: 69 anos, lesão vulvar pruriginosa. Tem antecedente de cirurgia prévia por doença de Paget da vulva.


Figura 1




Figura 2




Figura 3




Figura 4




Figura 5




Figura 6



Descrição microscópica: epitélio escamoso apresentando células de citoplasma amplo e claro isoladas ou agrupadas (Figuras 1 e 2), principalmente nas camadas profundas, porém se estendendo para todo o epitélio e para os anexos da pele (Figuras 3 e 4). As células expressam CEA e CK 7 à imunoistoquímica (Figuras 5 e 6).

Diagnóstico: Doença de Paget da vulva, recidivada.

Comentário: A doença de Paget constitui 1% das neoplasias malignas da vulva e ocorre principalmente na pós-menopausa. A recidiva se associa à excisão incompleta e as margens cirúrgicas, aparentemente livres ao exame clínico, frequentemente estão comprometidas à microscopia. O diagnóstico diferencial é com melanoma maligno (S100 +, HMB-45+, CK7 -), e com NIV pagetóide (CK7 +, CEA -).
Contador de visitantes:
website stats
Departamento de Anatomia Patológica
Faculdade de Ciências Médicas
images/logos/