Página Inicial
Contato

 Busca

+ Palavras Chave:
   
  colo uterino
  corpo uterino
  endométrio
  ovário
 

 Links

 
 


 
 



 

      Os casos clínicos contidos neste site são fruto das reuniões semanais da Prof. Dra. Liliana De Angelo Andrade com os residentes do Departamento de Anatomia Patológica. O objetivo do site é difundir o conhecimento sobre o assunto ajudando estudantes, residentes e profissionais a manterem-se constantemente atualizados.

 

Caso 59: 40 anos, tumor de ovário, predominantemente cístico, com 4 cm de diâmetro e mostrando à superfície de corte, material pastoso, com fios de cabelo e pequena área sólida.


Figura 1




Figura 2




Figura 3




Figura 4




Figura 5



Descrição microscópica: parede do cisto apresentando reação granulomatosa do tipo corpo estranho a fios de cabelo (Fig 1). Focalmente há nódulo sólido constituído por folículos tireoidianos com colóide na luz, associados à proliferação de ácinos pequenos, regulares, alguns deles mostrando citoplasma eosinófilo e finamente granuloso (Figuras 2, 3, 4, 5). As reações imuno-histoquímicas para Cromogranima e para Tireoglobulina, demonstram a diferenciação para carcinóide e tireóide, respectivamente.

Diagnóstico: Teratoma maduro cístico do ovário com área de estruma-carcinóide.

Comentário: Os teratomas maduros podem apresentar áreas com componentes tireoidianos e de carcinóide. Neste caso não se trata de um teratoma monodérmico, ou seja, o estruma-carcinóide puro. A presença destes componentes está geralmente associada a comportamento benigno e raramente pode ser observada síndrome carcinóide ou função tireoidiana do tumor.
Contador de visitantes:
website stats
Departamento de Anatomia Patológica
Faculdade de Ciências Médicas
images/logos/