Página Inicial
Contato

 Busca

+ Palavras Chave:
   
  colo uterino
  corpo uterino
  endométrio
  ovário
 

 Links

 
 


 
 



 

      Os casos clínicos contidos neste site são fruto das reuniões semanais da Prof. Dra. Liliana De Angelo Andrade com os residentes do Departamento de Anatomia Patológica. O objetivo do site é difundir o conhecimento sobre o assunto ajudando estudantes, residentes e profissionais a manterem-se constantemente atualizados.

 

Caso 46: 40 anos, lesão polipóide no colo uterino.


Figura 1




Figura 2




Figura 3




Figura 4




Figura 5



Descrição microscópica: mucosa endocervical proliferada, formando lesão exofítica com arranjo papilífero complexo, com eixo conjuntivo-vascular revestido por epitélio endocervical com atipia celular leve e presença de figuras de mitose.

Diagnóstico: Adenocarcinoma endocervical bem diferenciado viloglandular

Comentário: o diferencial das lesões polipóides bem diferenciadas inclui os pólipos da mucosa endocervical e a endocervicite papilífera. A presença de leve atipia celular, as figuras de mitose e a complexidade arquitetural favorecem o diagnóstico de adenocarcinoma viloglandular. Este tipo de tumor está geralmente associado a estádio inicial da doença, o que se relaciona a melhor prognóstico.
Contador de visitantes:
website stats
Departamento de Anatomia Patológica
Faculdade de Ciências Médicas
images/logos/